Acessar o conteúdo principal
França/Museu

Hollande nomeia novo diretor do museu do Louvre

O museu do Louvre, em Paris, é o maior do mundo em termos de público.
O museu do Louvre, em Paris, é o maior do mundo em termos de público. Photo d"archives/ REUTERS/Jacky Naegelen

O presidente François Hollande nomeou nesta quarta-feira, 3 de abril de 2013, o novo presidente-diretor do museu do Louvre, o maior do mundo em termos de público, com cerca de dez milhões de visitantes por ano. Historiador da arte e arqueólogo, Jean-Luc Martinez, de 49 anos, era diretor do departamento de antiguidades gregas, etruscas e romanas do museu.

Publicidade

A ministra da Cultura, Aurélie Filippetti, ressaltou a trajetória do novo diretor do Louvre. Originário de uma família modesta, ele subiu na carreira graças ao seus próprios méritos e esforços e trabalha no Louvre desde 1997.

Especialista em escultura grega e preocupado em fazer com que a cultura seja acessível ao maior número possível de pessoas, Jean-Luc Martinez participou ativamente da criação da nova sede do Louvre em Lens, no norte da França, inaugurada em dezembro.

Martinez vai substituir Henri Loyrette, que dirigiu durante doze anos o Louvre e dobrou o número de visitantes do museu, além de abrir os novos espaços do departamentos de Artes do Islã (1 milhão de visitantes em seis meses) e o Louvre em Lens (mais de 330 mil visitantes em pouco mais de quatro meses).

A ministra Aurélie Filippetti quer que o novo presidente-diretor tenha "um laço muito forte com o conjunto do território nacional" e participe "à grande operação de circulação das obras do museu", desenvolvendo uma política de democratização do acesso à cultura.

Jean-Luc Martinez deverá conduzir o projeto do museu do Louvre em Abu-Dhabi, cuja inauguração está prevista para o início de 2016. O prédio projetado pelo premiado arquiteto francês Jean Nouvel está sendo construído e deve ser entregue no final de 2015.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.