Acessar o conteúdo principal
Literatura

Christiane F. lança nova autobiografia na Feira de Frankfurt

Reprodução de capa do livro "Chrstiane F., minha segunda vida" que será lançado na Feira de Frankfurt.
Reprodução de capa do livro "Chrstiane F., minha segunda vida" que será lançado na Feira de Frankfurt. Divulgação

A alemã conhecida como Christiane F. lança nova autobiografia vai ser apresentada na Feira do Livro de Frankfurt na próxima sexta-feira. Em 1978, a autora publicou "Eu, Christiane F, 13 anos, drogada e prostituída". O best-seller alcançou sucesso mundial e ganhou uma adaptação no cinema.

Publicidade

Hoje, aos 51 anos, Christiane Felscherinow, seu verdadeiro nome, passa a limpo o seu passado com a autobiografia “Christiane F, minha segunda vida" numa tradução livre do alemão. Na nova obra, ela narra as suas inúmeras recaídas após ter largado as drogas no final da adolescência.

“Poucas pessoas acreditariam que eu comemoraria meus 51 anos”, disse Christiane num vídeo de divulgação do livro. “Muitas pessoas me diziam: ‘Se você continuar desse jeito, você nunca vai chegar aos 40 anos ‘”. Na gravação, a ex-adolescente problemática fala com uma voz rouca e o rosto, apesar dos excessos, continua bonito.

No final dos anos 70, o livro "Eu, Christiane F, 13 anos, drogada e prostituída" marcou gerações. Na obra, ela narrava a sua vida desregrada em Berlim. O relato cru dava detalhes chocantes do seu consumo excessivo de heroína, prostituição e o histórico de problemas familiares. Aos 12 anos, ela fumava haxixe. Aos 13, já era dependente de heroína injetável. O livro de 78 foi escrito com a colaboração de dois jornalistas da revista alemã “Stern”. O sucesso da obra foi levado às telas com trilha sonora de David Bowie.

“Christiane F, minha segunda vida" retoma a história da sua vida a partir dos anos 80. A fama mundial alcançada com o livro a levou a ter contatos com estrelas do showbiz e mais ula vez com as drogas. Primeiro, a cocaína, e, depois “sua velha companheira H”, como ela se refere à heroína. Ela relata que continua a lutar com seus antigos demônios e a tentar ser uma mãe digna. Nas suas palavras, seu filho, hoje com 17 anos, foi a melhor coisa que lhe aconteceu.

"Christiane F, minha segunda vida" chega às livrarias na França no dia 16 de outubro.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.