Acessar o conteúdo principal
Cultura

Cinemateca Francesa traz retrospectiva com mais de cem filmes brasileiros

Áudio 04:35
cinematheque.fr

O cinema brasileiro é o convidado de honra da Cinemateca Francesa durante dois meses. Vão ser projetados uma centena de filmes, entre longas e curtas, entre clássicos do cinema mudo, Cinema Novo, cinema marginal, chanchadas, da retomada dos anos 90 e exemplos da novíssima geração. A abertura do evento, na quarta-feira (18), vai ter presença de Cacá Diegues e a exibição de “Bye-Bye Brasil”, de 1979, com José Wilker e Betty Faria.

Publicidade

O programador Bernard Payen fala que montar o programa foi um grande desafio, diante do volume tão diverso da cinematografia brasileira. A ideia do evento veio a partir dos programas de curta-metragens de novos cineastas brasileiros que a Cinemateca vem organizando há dois anos.

“Resolvemos então montar uma seleção abrangente de filmes pouco conhecidos e pouco exibidos na França”, conta Payen. O programador acrescenta que outro objetivo era coincidir a retrospectiva com o Salão do Livro deste ano, em Paris, dedicado ao Brasil.

Cinema autoral

A homenagem francesa vai contar com cópias de filmes pioneiros – e vanguardistas – como Ganga Bruta, Fragmentos da Vida e Limite, todos da década de 20. O cinema da Vera Cruz, com O Cangaceiro, e das chanchadas, com Absolutamente Certo, estão presentes também. A lista é extensa e avança pelo cinema marginal e autoral de Glauber Rocha, Nelson Pereira dos Santos, Ruy Guerra, Rogério Sganzerla, Júlio Bressane, Andréa Tonacci e Hector Babenco, entre muitos outros.

A programação inclui várias obras do documentarista Eduardo Coutinho, morto no ano passado, passando pela geração a partir dos anos 90, que ressuscitou o cinema brasileiro, com filmes de Walter Salles, Fernando Meirelles e José Padilha.

Além da reverência à história, a retrospectiva destaca ainda a novíssima geração, com a presença de vários cineastas, que estarão em Paris para apresentar seus filmes e falar a respeito com o público.

A retrospectiva do cinema brasileiro na Cinemateca Francesa acontece a partir de 18 de março.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.