Acessar o conteúdo principal
EUA/Televisão

Consagração de "Game of Thrones" e prêmio à atriz negra marcam Emmy de 2015

Game of Thrones venceu como melhor série dramática do Emmy 2015
Game of Thrones venceu como melhor série dramática do Emmy 2015 REUTERS/Mike Blake

As séries "Game of Thrones" e "Veep" foram as grandes vencedoras da 67ª edição do Emmy Awards, premiação da TV norte-americana, que aconteceu na noite deste domingo (20), em Los Angeles. A cerimônia fez história ao  premiar a primeira atriz negra pour uma série dramática.  

Publicidade

"Game of Thrones" bateu um recorde ao somar 12 estatuetas com os prêmios técnicos do Creative Arts Emmy Awards, tornando-se a série mais premiada em uma única temporada. Ela levou o prêmio principal da noite, de melhor série dramática, e também melhor ator coadjuvante, melhor roteiro e direção. "Obrigado à HBO de ter acreditado nos dragões", declarou o co-criador da série, David Benioff em referência ao estúdio que produziu a série.

A mini-série "Olive Kitteridge", sobre um casal que se separa, recebeu oito recompensas, entre elas, para a atriz Frances McDormand. A sátira política "Veep", da HBO, recebeu quatro troféus, entre elas de melhor série cômica. A atriz Julia Louis-Dreyfus foi premiada pela quarta vez pelo papel de uma presidente dos Estados Unidos louca.

Primeira negra a receber prêmio de atriz dramática

Viola Davis ganhou como melhor atriz de série dramática do Emmy 2015.
Viola Davis ganhou como melhor atriz de série dramática do Emmy 2015. REUTERS/Mike Blake

Viola Davis, que atuou como advogada na série de "How to get away with murder", se tornou a primeira negra a ganhar o prêmio de melhor atriz dramática. Ao receber seu troféu, ela agradeceu a emissora ABC, que transmitiu a série, por "ter redefinido o conceito de ser bonita, sexy e negra". Depois, em entrevista para a imprensa, Viola Davis declarou: "Se foi preciso esperar 67 anos para uma negra ganhar um Emmy (de melhor atriz dramática), é porque alguma barreira tinha que ser quebrada, é preciso reconhecer".

 Enfim, Jon Hamm leva seu troféu

Jon Hamm da série, Mad Men, (centro) venceu a categoria de melhor ator de série dramática do Emmy 2015.
Jon Hamm da série, Mad Men, (centro) venceu a categoria de melhor ator de série dramática do Emmy 2015. REUTERS/Mario Anzuoni

O ator Jon Hamm finalmente venceu por sua atuação como o sedutor e temível publicitário Don Draper em "Mad Men", após ter recebido oito indicações do Emmy. "Fazer esse papel foi ao mesmo tempo uma benção e um azar", admitiu o ator de 44 anos aos jornalistas após a entrega do prêmio. "Mad Men", a série dedicada a um grupo de publicitários de Nova York dos anos 60, e com ela uma crítica à sociedade americana, foi encerrada há alguns meses depois de ter sido exibida por oito anos.

Prêmio inédito para série divulgada na internet

Pela primeira vez, uma série divulgada pela internet, "Transparent", foi recompensada. A história de um pai de família transgênero ganhou os prêmios de melhor direção, atribuído à Jill Soloway, e de melhor ator de comédia, para Jeffrey Tambor.

Soloway disse ter se inspirado na história de seu pai para realizar "Transparent". Ele dedicou seu Emmy à "comunidade transgênero pela sua paciência e coragem". Segundo Soloway, a televisão é uma "máquina de empatia" que pode ajudar as pessoas a aceitarem melhor as minorias.

Com "Transparent", é a primeira vez que a Amazon é recompensada  e que uma série divulgada exclusivamente pela internet recebe um dos prêmios de maior prestígio da cerimônia, o que revela também a mudança de consumo de produtos televisivos nos últimos anos

Abaixo, imagens da cerimônia

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.