Acessar o conteúdo principal
Cultura/Música

Presente de Natal: catálogo dos Beatles em streaming

Disco de vinil dos Beatles, muito procurado pelos colecionadores.
Disco de vinil dos Beatles, muito procurado pelos colecionadores. Christophe Carmarans / RFI

Depois de muitos anos de resistência, os Beatles finalmente cederam e, desde a meia-noite desta quinta-feira (24), as canções do grupo britânico estão disponíveis em nove plataformas musicais de streaming pela internet como Spotify, Apple Music, Deezer, Google Play, entre outras. Uma nota no site do grupo diz "Feliz Natal, com amor, de nós para vocês".

Publicidade

"Let It Be", "Hey Jude" ou "Help!" são alguns dos trechos de músicas famosas divulgadas no anúncio surpresa acompanhado de um vídeo promocional.

Ringo Starr, um dos dois integrantes vivos da banda juntamente com Paul McCartney, saudou a divulgação em sua conta no Twitter com várias mensagens. "Chegamos a vocês com surpresa", escreveu, acrescentando: "paz e amor paz amor".

McCartney também comentou a notícia no Twitter dizendo às gerações mais jovens que o grupo "está chegando a eles a partir do nada" e desejando paz, amor e 'Strawberry Fields Forever'", em referência à uma das célebres canções dos Beatles.

Sucesso universal

Entre 1962-1970, a banda originária de Liverpool composta também pelo lder John Lennon e George Harrison revolucionou o cenário musical.

Com mais de 600 milhões de álbuns vendidos, o grupo mais popular e aclamado da história lançou no total 13 discos, antes de se dissolver em 1970.

Apesar da separação, a banda continuou muito popular. Antes de disponibilizar o repertório pelas plataformas digitais em streaming, os fãs só tinham acesso à esta tecnologia por versões interpretadas por outros artistas.

Os "Fab Four", como o quarteto ficou conhecido, já tinham resistido a aparecer na loja on line da Apple, o iTunes. O catálogo só foi disponibilizado em 2010, cerca de sete anos após a criação do serviço.

O catálogo dos Beatles pertence ao selo Universal depois de sua compra pela EMI, em 2012. A própria empresa dos Beatles, Apple Corps, detém o controle dos direitos do grupo.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.