Acessar o conteúdo principal
Cultura

Filme rodado em Manaus tem estreia mundial em Berlim

Áudio 05:36
Cena do filme " Antes o tempo não acabava", "Time Was Endless" com Andrerson Tikuna e Severiano Kedassere.
Cena do filme " Antes o tempo não acabava", "Time Was Endless" com Andrerson Tikuna e Severiano Kedassere. © Yure Cesa/berlinale.de

“Antes o Tempo não Acabava”, longa-metragem de Fábio Baldo e Sérgio Andrade, tem estreia mundial na sessão Panorama da Berlinale, o Festival Internacional de Cinema de Berlim. Totalmente rodado em Manaus, o filme conta a história de Anderson, que vive a experiência de deixar sua comunidade indígena e se instalar na periferia de uma cidade grande.

Publicidade

“Os próprios atores viveram essa espécie de transição”, conta Sérgio Andrade, que tem a produtora Tucumã, em Manaus. “Eu os conheci fazendo curtas e no meu primeiro longa”, acrescenta. O personagem Anderson, vivido por Anderson Tikuna, “passa por um momento de conflitos com as tradições e rituais de sua comunidade e decide viver na cidade”, completa Fábio Baldo, de São Paulo.

Os dois cineastas se conheceram em 2011, durante o festival de curtas de Clermont-Ferrand, na França. Um viu o filme do outro, discutiram cinema e surgiram ideias de projeto. Sérgio Andrade: “E tudo começou quando eu precisei de um diretor de som para o meu primeiro longa, ‘A Floresta de Jonathas’, e chamei o Fábio.” Enquanto editavam o filme, já discutiam o roteiro do próximo filme.

“Artisticamente funcionamos muito bem juntos. Temos quase as mesmas concepções de cinema e visões de mundo. Os nossos embates projetam coisas novas, quando nos juntamos as ideias tomam um novo impulso”, conta Baldo. “É uma catarse de ideias”, completa Andrade.

Festival de Berlim busca provocações e novidades

“O público da Berlinale, principalmente do Panorama, é devotado ao cinema, que acompanha os desdobramentos da arte cinematográfica”, observa o cineasta amazonense. “Eles são atentos para filmes que trazem uma provocação diferente, uma nova mentalidade. É difícil ter um filme sobre a Amazonia que não tenha um lado estereotipado, de exotismo. E o nosso filme não tem esse exotismo ou didatismo.”

“Antes o Tempo não Acabava” vai ter quatro sessões na mostra Panorama, em Berlim. A Berlinale acontece de 11 a 21 de fevereiro.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.