Acessar o conteúdo principal
Cinema

Dramas envolvendo imigrantes são favoritos ao César 2016

Cena de "Dheepan: O Refúgio", vencedor da Palma de Ouro e entre os competidores do César.
Cena de "Dheepan: O Refúgio", vencedor da Palma de Ouro e entre os competidores do César. @Paul Arnaud/Why Not Productions/

Acontece na noite desta sexta-feira (26), em Paris, a 41ª cerimônia do César, o Oscar francês. O ator norte-americano Michael Douglas será o grande homenageado da noite, recebendo o César de Honra pelo conjunto da sua obra. A entrega das premiações acontece no Teatro du Châtelet, na capital francesa, a partir das 21h (17h em Brasília).

Publicidade

Dois filmes lideram em número de indicações: a comédia “Marguerite” e "Três Lembranças da Minha Juventude" (Trois souvenirs de ma jeunesse), ambos com 11 indicações. Porém, na disputa de melhor filme, o favoritismo recai sobre quatro obras: “Cinco Graças” (Mustang), “Fatima”, "O valor de um homem" (La loi du marché) e "Dheepan: O Refúgio", que foi o vencedor da Palma de Ouro em Cannes e é um dos preferidos da crítica especializada.

O filme narra a história de três sirilanqueses que imigram para a França a caminho da Grã-Bretanha. O tâmil Antonythasan Jesuthasan é o protagonista do filme e a obra foi inspirada na vida do próprio artista, que é um dos favoritos na disputa pelo prêmio de melhor ator.

Com oito nomeações, incluindo o de melhor filme e o de melhor primeiro filme para a diretora Deniz Gamze Ergüven, “Cinco Graças” (Mustang) conta a história cinco irmãs, na Turquia, que enfrentam o drama da repressão da liberdade e dos casamentos arranjados. O filme foi bem acolhido pela crítica e é o indicado francês para disputar o Oscar de melhor filme estrangeiro.

Outro drama que é cotado como favorito é “Fatima”, do diretor Philippe Faucon e que conta a história de uma faxineira imigrante. Protagonizado por Soria Rezoual, ela é uma das favoritas a ganhar o prêmio de melhor atriz ao lado de Catherine Frot, por seu papel de milionária desafinada em “Marguerite”.

Melhor atriz e ator

Também disputam a estatueta de melhor atriz as veteranas Catherine Deneuve e Isabelle Huppert. Deneuve, que já ganhou o prêmio duas vezes, num total de 14 nomeações, concorre por sua atuação em "De Cabeça Erguida" (La tête haute), de Emmanuelle Bercot. Já Isabelle Huppert, com treze nomeações no passado, concorre ao seu segundo César, com o filme “Valley of Love”, de Guillaume Nicloux.

A disputa pelo César de melhor ator está sobretudo entre o protagonista de “Dheepan: O Refúgio” e entre dois grandes nomes do cinema francês que nunca ganharam o prêmio: Vincent Lindon e Fabrice Luchini. Lindon, que já foi indicado cinco vezes ao prêmio, concorre dessa vez pela atuação em "O valor de um homem" (La loi du marché), que é um dos favoritos também na categoria de melhor filme. A obra conta a história de um homem de meia-idade desempregado há mais de um ano e que precisa enfrentar o drama de sua situação e as cobranças da esposa.

Luchini, nomeado quatro vezes no passado, disputa o César pelo papel em “L’Hermine”, que lhe rendeu um prêmio de interpretação no Festival de Veneza.

(Com colaboração de Sâmar Razzak)

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.