Acessar o conteúdo principal
Cannes 2016/Brasil

Curta brasileiro vai disputar a Palma de Ouro no Festival de Cannes

O Festival de Cinema de Cannes começa no dia 11 de maio
O Festival de Cinema de Cannes começa no dia 11 de maio

O filme brasileiro "A moça que dançou com o diabo", de João Paulo Miranda, vai representar o Brasil na disputa pela Palma de Ouro de curta-metragem do Festival de Cinema de Cannes. O comitê de seleção informou que recebeu este ano mais de 5 mil candidaturas.

Publicidade

A produção, de 14 minutos, está na lista de dez curtas-metragens da mostra oficial, anunciada nesta quarta-feira (13) pelo festival. Além do filme brasileiro, concorrem à Palma os curtas "Après Suzanne", de Félix Moati (França), "La laine sur le dos", de Lofti Achour (Tunísia/França), "Dreamlands", de Sara Dunlop (Reino-Unido), "Timecode", de Juanjo Gimenez (Espanha), "Imago", de Raymund Gutierrez (Filipinas), "Madre", de Simon Mesa Soto (Colômbia), "4:15 p.m. sfarsitul lumii", de Catalin Rotaru et Gabi Virginia Sarga (Romênia), "Il Silenzio", de Farnoosh Samadi Frooshan et Ali Asgari (Itália), e "Fight on a Swedish beach", de Simon Vahlne (Suécia).

Além dos curtas, o Cinéfondation, que seleciona filmes enviados por escolas de cinema de mundo inteiro, escolheu 18 produções (14 ficções e quatro filmes de animação). Mais da metade da lista é composta por obras realizadas por diretoras e, pela primeira vez, projetos vindos da Venezuela e da Bósnia-Herzegovina estavam na competição inicial.

O júri dos curtas-metragens e do Cinéfondation será presidido pela diretora japonesa Naomi Kawase.

Lista de longas pode ter brasileiro

A lista para a disputa do melhor longa-metragem deve ser divulgada nesta quinta-feira (13). Especula-se sobre a possível participação do Brasil, com “Aquarius”, segundo longa de Kléber Mendonça Filho, protagonizado por Sônia Braga.

“O Grande Circo Místico”, de Cacá Diegues, também chegou a ser cogitado, mesmo se “Aquarius” aparece como favorito entre os críticos. O filme do diretor de “O Som ao Redor” chegou a ser classificado pela revista francesa Cahiers du Cinéma, uma espécie de bíblia da 7ª arte, como um dos lançamentos mais esperados do ano.

O festival de Cannes começará no dia 11 de maio.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.