Acessar o conteúdo principal
Morte

Aos 57 anos, morre o cantor Prince, ícone do pop

Prince, durante show no Stade de France, em Paris, em junho de 2011.
Prince, durante show no Stade de France, em Paris, em junho de 2011. AFP/Bertrand Guay

O cantor norte-americano Prince, um dos grandes músicos pop de sua geração, morreu aos 57 anos, anunciou nesta quinta-feira (21) a agente do artista. As causas do falecimento ainda não foram divulgadas.

Publicidade

 "Com profunda tristeza confirmo que o lendário e icônico artista Prince Rogers Nelson faleceu em sua residência de Paisley Park (Minneapolis) esta manhã", diz o comunicado assinado por Yvette Noel-Schure.

 De acordo com a agência Associated Press (AP), Prince foi encontrado morto no estúdio de gravação em Paisley Park, no Estado do Minnesota.

O artista havia sido hospitalizado em caráter de emergência na última sexta-feira (15) devido a uma gripe, informou a imprensa norte-americana. Segundo seu agente, Prince estava gripado há algumas semanas e já havia anulado vários shows.

Apesar de não estar se sentindo bem, o cantor decidiu se apresentar na última quinta-feira (14) em Atlanta, e quando retornava para a casa em Minneapolis passou mal em pleno voo, obrigando o piloto a realizar um pouso de emergência em Moline, no Estado de Illinois. Prince foi atendido em um hospital e recebeu alta algumas horas depois, voltando para casa, onde se recuperava.

Purple Rain

Prince Rogers Nelson, nascido em Minneapolis, no Estado do Minesota, se tornou um fenômeno internacional na década de 1980, com sua mistura de estilos, do funk ao dance, passando pelo rock. O álbum de 1984 "Purple Rain" é considerado por muitos críticos um dos melhores de todos os tempos. Entre suas músicas mais famosas estão "Purple Rain", "1999", "When Doves Cry", "Cream" e "Kiss".

 Medindo menos de 1,60 m e com um ego superdimensionado, na década de 1990, Prince mudou o seu nome artístico para um "símbolo de amor" impronunciável. Também provocou polêmica ao escrever a palavra "escravo" no rosto para protestar contra as condições de seu contrato com a gravadora Warner.

 Recentemente, o cantor voltou à ativa, com o lançamento de álbuns pela plataforma de streaming Tidal, além de programar shows de última hora para evitar cambistas. Seu último álbum, "HITnRUN: Phase Two", foi lançado em dezembro de 2015 e o cantor estava em turnê de divulgação da obra no Estados Unidos.

 (Com informações da AFP)

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.