Acessar o conteúdo principal
RFI Convida

Tulipas imortalizadas por artista brasileira são tema de exposição em Paris

Áudio 06:53
Luzia Simons, artista plástica brasileira radicada em Berlim
Luzia Simons, artista plástica brasileira radicada em Berlim RFI

Artística plástica franco-brasileira Luzia Simons expõe seu trabalho nos Arquivos Nacionais franceses. Intitulada Stockage – Vanitas Rerum, a mostra é composta por gigantescos painéis com imagens de tulipas imortalizadas no pátio do prédio histórico.

Publicidade

Radicada em Berlim há mais de três décadas, onde tem seu ateliê, a artista desenvolve um trabalho em torno da ideia de construção cultural das identidades, abordando temas como transição, migração e efemeridade. Um dos principais elementos usados para exprimir seus questionamentos é a tulipa, flor que vem do Cazaquistão, mas que invadiu o Ocidente, a ponto de se tornar símbolo da Holanda.

Mesmo se seu suporte de inspiração é a fotografia, Luzia Simons desenvolveu uma série de dispositivos alternativos de captura de imagem, principalmente por meio de scanners, desde a chegada desses equipamentos no mercado, nos anos 1990. “Eu tinha raiva de todas essas tecnologias que apareciam e me obrigavam a me adaptar. Então tudo o que eu comprava na feira eu jogava sobre o scanner para ver o que acontecia”. Foi assim que ela começou a colocar as tulipas dentro de scanners e, em seguida, imprimir as imagens em diferentes formatos. “Mas não se trata apenas de um arranjo floral decorativo, e sim de um diálogo profundo entre a imagem, o jardim e a arquitetura”, explica a artista.

O resultado, que também foi exposto na Pinacoteca de São Paulo, pode ser visto em Paris, até 18 de setembro.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.