Acessar o conteúdo principal
Curta brasileiro

Curta brasileiro compete em festival erótico de Paris

Cena de "Lighttrapping", curta de Márcio Miranda Perez.
Cena de "Lighttrapping", curta de Márcio Miranda Perez. Divulgação

“Lightrapping” (2016), curta-metragem de 22 minutos do cineasta brasileiro Márcio Miranda Perez, está em competição no inusitado Festival de Filmes de Bunda (Festival du Film de Fesses, o FFF), que começa nesta quarta-feira (29), em Paris.

Publicidade

O curta, já exibido em vários festivais no Brasil e no exterior, conta a história de Gustavo, artista que fotografa corpos de homens nus em espaços públicos noturnos de São Paulo. E numa dessas andanças, ele encontra um curioso rapaz chamado Pedro, que hesita em participar do projeto.

Em sua quarta edição, o festival traz, além de uma competição de curtas, uma retrospectiva e um panorama contemporâneo. O tom do evento, lembra a organização, “é de leveza, vivacidade e liberdade”.

A seleção levou em conta dois critérios: a presença de cenas eróticas explícitas ou implícitas, além de fazer uma leitura original e interessante do tema “erótico”.

Viva la Vulva

Na noite de sábado (1), o destaque vai ser para filmes de cineastas mulheres. O toque feminino também toma conta da retrospectiva, batizada sugestivamente de “Viva la Vulva”, com dez filmes a partir dos anos 1960. Entre as diretoras francesas estão nomes conhecidos como Virgine Despentes, Catherine Breillat e Claire Denis.

O Festival de Filmes de Bunda acontece até domingo (2) em dois cinemas de arte do Quartier Latin: Reflet Médicis e La Filmothèque.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.