Acessar o conteúdo principal
Estados Unidos

EUA criam 244 mil vagas em abril, mas desemprego continua a crescer

Os Estados Unidos criaram 10,4% mais vagas em abril do que em março.
Os Estados Unidos criaram 10,4% mais vagas em abril do que em março. (Photo : Reuters)

A economia norte-americana criou 244 mil empregos no mês de abril, superando as expectativas do mercado, já que os economistas esperavam a criação de apenas 185 mil novas vagas. Mas a forte progressão, 10,4%, não impediu que o desemprego continuasse a crescer.

Publicidade

Segundo dados publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho, essa foi a mais forte progressão desde maio de 2009, mas a geração de novas vagas não impediu o aumento da taxa de desemprego, que alcançou 9%, após quatro meses consecutivos de queda.

Ao contrário do verificado há 1 ano, quando as vagas foram criadas principalmente no setor público, no mês passado foi o setor privado o motor do crescimento, principalmente devido a contratações temporárias. O aumento foi particularmente expressivo no setor de manufaturas, que vem, aliás, sustentando a recuperação da economia norte-americana há dois anos.

A geração de vagas em abril também foi superior aos 150 mil novos empregos considerados necessários para absorver, por mês, a chegada de jovens trabalhadores ao mercado. Mas apesar da progressão, os dirigentes do Banco Central dos Estados Unidos estimam que a retomada do emprego é ainda lenta. Os Estados Unidos somente recuperaram 1,7 milhões de postos dos 8,7 milhões que desapareceram durante a crise.

A aparente contradição entre geração de novas vagas e aumento do desemprego se deve ao fato de que os dois índices são calculados a partir de pesquisas distintas. Mas também podem significar que muitos dos empregos criados beneficiaram uma pessoa que já tinha um trabalho em tempo parcial, por exemplo.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.