Acessar o conteúdo principal
Economia

Apple x Samsung: leis internacionais protegem contra imitações

Áudio 04:09
Apple acusa Samsung de copiar os telefones iPhone e iPad.
Apple acusa Samsung de copiar os telefones iPhone e iPad. REUTERS/Lee Jae-Won

A decisão da justiça californiana de condenar a empresa Samsung a indenizar a concorrente Apple em mais de 1 bilhão de dólares por quebra de seis patentes dos produtos iPhone e iPad, foi apenas uma etapa de uma série de processos judiciais em que as duas gigantes da tecnologia se enfrentam, em vários países do mundo, pela mesma razão. Por enquanto, apenas a multinacional sul-coreana é alvo da Apple, mas nada garante que no futuro a empresa não queira cobrar por direitos autorais dos famosos produtos de outras fabricantes menos famosos.

Publicidade

No Brasil, por exemplo, uma conhecida marca lançou recentemente um notebook com design idêntico ao dos Macbooks da Apple. O advogado Julio Santiago, especialista em patentes de tecnologia, esclarece que ninguém está ao abrigo de sofrer um processo como este. Santiago lembra que as normas de propriedade intelectual que regulam o setor são internacionais, uma razão a mais para se ter muita prudência na hora de lançar um produto.

Na primeira sessão da bolsa de Seul após a dolorosa decisão judicial americana, as ações da Samsung perderam quase 8% do valor, uma tendência negativa que ainda deve durar algum tempo antes de ser revertida, conforme especialistas. O analista financeiro Rodolfo Amstalden, da Empiricus Research, conta qual é o perfil de investidores reagem tão rapidamente após uma má notícia como esta. O analista também explica por que a decisão judicial contra a Samsung é tão prejudicial para a imagem da empresa no mercado.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.