Acessar o conteúdo principal
Letônia/Zona do Euro

Letônia integra zona do euro a partir de 2014

O primeiro-ministro letão, Valdis Dombrovskis, e o ministro das Finanças, Andris Vilks, durante anúncio da entrada da Letônia na zona euro, em Bruxelas nesta terça-feira, 9 de julho.
O primeiro-ministro letão, Valdis Dombrovskis, e o ministro das Finanças, Andris Vilks, durante anúncio da entrada da Letônia na zona euro, em Bruxelas nesta terça-feira, 9 de julho. REUTERS/Francois Lenoir

Os ministros das Finanças da zona do euro aprovaram nesta terça-feira a entrada da Letônia na zona do euro. A adesão, que se tornará oficial a partir de 1° de janeiro de 2014, é vista como uma recompensa pelos esforços feitos pelo país báltico para controlar suas contas públicas. A Letônia será o 18° país membro do bloco.

Publicidade

"Sim, vamos integrar a zona do euro a partir de 1° de janeiro", anunciou em clima de festa durante uma entrevista coletiva, em Bruxelas, o primeiro-ministro letão, Valdis Dombrovskis. Segundo ele, trata-se de uma "grande notícia para a Letônia e também para a zona do euro".

O sinal verde dos ministros das Finanças dos 28 países que compõem a União Europeia foi a última etapa da adesão, após a aprovação já decidida pela Comissão Europeia, pelos chefes de Estado e de governo, e também pelo parlamento europeu.

Os ministros tiveram, no entanto, de tomar uma medida importante: estabelecer a cotação entre a moeda local, o lats, e o euro. O assunto foi considerado extremamente delicado e crucial, na medida em que muitos estimaram que durante o processo de adesão de Portugal, a moeda Escudo havia sido supervalorizada, provocando problemas que levaram o país a recorrer à um pedido de ajuda econômica.

A cotação foi fixada em 0,702804 lats por um euro. A entrada da Letônia na zona do euro foi celebrada por muitos líderes políticos europeus como um sinal de que o grupo que adotou a moeda única europeia ainda continua atraente, apesar da crise que atinge as economias desses países.

"Não devemos subestimar a importância deste evento", afirmou Rimantas Sadzius, ministro das Finanças da Lituânia, país que preside durante seis meses o bloco europeu e se prepara para aderir à zona do euro a partir de 2015. Segundo Sadzius, a entrada de um novo membro na zona do euro é a prova de que o “modelo econômico europeu é viável”.

Bom exemplo

A determinação da Letônia em aderir a zona do euro foi motivo de muitos elogios. O governo fez esforços considerados drásticos para combater a crise que atingiu o país entre 2008 e 2009. Neste período os lituanos enfrentaram uma forte recessão, antes de retomar os trilhos do crescimento e registrar um aumento de 5,6% do PIB em 2012.

O comissário europeu das Finanças, Olli Rehn, destacou a "retomada impressionante do crescimento econômico obtida graças à determinação em relação às reformas econômicas e o rigor orçamentário”.

Para o presidente do parlamento europeu, Martin Schulz, a Letônia é um “exemplo de coragem para outros países em dificuldades da zona do euro”.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.