Acessar o conteúdo principal
Economia/demissões

Microsoft vai demitir 18 mil funcionários

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (17) cortes de 18 mil empregos em um ano.
A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (17) cortes de 18 mil empregos em um ano. REUTERS/Pichi Chuang/Files

O grupo informático norte-americano Microsoft anunciou nesta quinta-feira (17) um corte de 18 mil funcionários em um ano, o que corresponde a 14% de seu efetivo.Trata-se do maior corte já feito na história da empresa.

Publicidade

Até agora o maior plano de demissões feito pela Microsoft tinha sido em 2009, quando a empresa cortou 5.800 empregos. A restruturação anunciada nesta quinta-feira está em grande parte (12.500 vagas) ligada à integração do fabricante de telefones celulares Nokia, que a gigante da informática acaba de comprar.

A fábrica de Komaron, na Hungria, será fechada, especificou Stephen Elop, ex-dirigente da Nokia e atualmente encarregado das atividades nos aparelhos da Microsoft, em um email enviado aos funcionários. Ele explica que o grupo quer se concentrar na "constituição de um mercado para Windows Phone", o sistema operacional para smartphones da Microsoft, que está tendo dificuldades em encontrar um espaço em um mercado dominado por Apple e o sistema Android do Google.

Simplificação

Em um outro email, o diretor geral Satya Nadella também quer visar uma "simplificação" da organização do grupo, "para acelerar os fluxos de informação e as tomadas de decisão". Ele promete indenizações a todos os empregados que serão demitidos, assim como ajuda para reconversão profissional em certas regiões.

A restruturação vai custar de US$ 1,1 bilhão a US$ 1,6 bilhão, que serão divididos nos quatro próximos trimestres, segundo um comunicado do grupo.

A maior parte dos cortes deve acontecer nos seis primeiros meses. No dia 5 de junho, Microsoft tinha um total de 127.104 funcionários em todo o mundo, incluindo 61.313 nos Estados Unidos.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.