Acessar o conteúdo principal

Filial de baixo custo da Air France-KLM lança novas rotas na Europa

A companhia aérea europeia low cost Transavia terá novas rotas em 2016.
A companhia aérea europeia low cost Transavia terá novas rotas em 2016. AFP PHOTO PHILIPPE HUGUEN

A Transavia, companhia aérea de baixo custo do grupo Air France-KLM, vai abrir uma nova base europeia em Munique. Com a iniciativa, a empresa pretende lançar 18 rotas a partir da Alemanha. O desenvolvimento da Transavia havia sido bloqueado pelos sindicatos em 2014.

Publicidade

Munique será a primeira base da companhia aérea de baixo custo além de suas sedes já existentes, nos aeroportos de Orly, na região parisiense, e Shiphol, em Amsterdã. “A ambição da Transavia é desenvolver sua atividade saindo da França e da Holanda, mas também de outros países da Europa, afim de continuar captando novas oportunidades de crescimento no mercado low cost europeu”, indicou o grupo Air France-KLM por meio de um comunicado nesta terça-feira (1°).

Ainda de acordo com a empresa, 18 rotas serão propostas a partir da Alemanha para a Bélgica, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Itália, Marrocos, Holanda e Portugal. No total, a companhia estima que 100 voos, operados com quatro Boeing 737-800, devem decolar por semana de Munique a partir do próximo verão europeu (julho 2016).

Desenvolvimento da Transavia foi alvo de críticas

O grupo Air France-KLM fez questão de informar que a operação vai gerar 120 empregos na região, entre comissários e pilotos. O desenvolvimento da filial de baixo custo havia sido alvo de várias críticas em 2014, quando os sindicatos recusavam a expansão da atividade em outros países, temendo a desvalorização da mão-de-obra. O conflito provocou uma greve de mais de duas semanas, em uma das mais longas paralizações da história da companhia aérea.

A direção do grupo sempre defendeu o crescimento da Transavia como algo vital para concorrer com as companhias aéreas que propõem voos mais baratos, muito comuns na Europa. Mas os sindicatos protestaram contra o plano, e o projeto de expansão da Transavia Europa acabou abandonado temporariamente.

Segundo um dos executivos do grupo, que não quis se identificar, a direção da Transavia na Holanda teria concluído um acordo com os sindicatos para a abertura da nova base na Alemanha. A negociação também estaria em andamento na França.

O grupo Air France-KLM também anunciou nesta segunda-feira (30) que o tráfego de passageiros aumentou 2,8% em outubro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.