Acessar o conteúdo principal

Presidente iraniano inicia turnê europeia pela Itália

Hassan Rohani, em entrevista à imprensa francesa, em novembro de 2015.
Hassan Rohani, em entrevista à imprensa francesa, em novembro de 2015.

O presidente iraniano, Hassan Rohani, iniciou nesta segunda-feira (25), na Itália, sua primeira turnê oficial à Europa. A viagem tem caráter econômico e o objetivo é reativar as relações comerciais após a suspensão das sanções contra o regime dos aiatolás.

Publicidade

Rohani foi recebido pelo presidente italiano, Sergio Mattarella. A seguir, a reunião é com o primeiro-ministro Matteo Renzi. Segundo a imprensa italiana, Rohani vai comparecer a um jantar de gala com Renzi, que vai acatar o pedido de que não fosse servida nenhuma bebida alcoólica na ocasião.

Amanhã, terça-feira (26), o clérigo xiita tem uma audiência marcada com o papa Francisco, no Vaticano. Rohani é o segundo presidente iraniano a ser recebido por um papa; o primeiro foi Mohamad Jatami, por João Paulo II, em 1999. Ainda no mesmo dia, o iraniano preside um fórum econômico sobre as relações Itália-Irã.

As sanções econômicas contra o Irã foram suspensas no dia 16 de janeiro, após anos de negociações sobre o programa nuclear de Teerã, acusado pelo ocidente de ter fins bélicos.

O fim das penalidades abriu uma corrida internacional pelo mercado do gigante petroleiro. Os Estados Unidos não têm relações diplomáticas com Teerã há 35 anos e decidiu manter as sanções no setor petroleiro às empresas suspeitas de financiar o terrorismo.

Roma tenta recuperar terreno no Irã

"A Itália era o principal parceiro econômico e comercial do Irã antes das sanções", lembrou a ministra de Desenvolvimento italiana, Federica Guidi. Antes da entrada em vigor das sanções, o comércio entre a Itália e o Irã chegava a € 7 bilhões, enquanto agora é de aproximadamente € 1,6 bilhão, dos quais três quartos são de exportações italianas.

Nessa corrida por contratos, a Airbus, empresa aeronáutica europeia com sede na França, encontra-se entre as primeiras posições. O ministro dos Transporte do Irã anunciou no sábado que Teerã comprará 114 aviões. Rohani deve assinar o acordo na quarta-feira em Paris.

(com informações da AFP)
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.