Acessar o conteúdo principal
Atletismo

Brasileiros chegam para participar da Maratona de Paris

O queniano Vincent Kipruto venceu a Maratona de Paris de 2009 com o tempo recorde de 2h05'47".
O queniano Vincent Kipruto venceu a Maratona de Paris de 2009 com o tempo recorde de 2h05'47". Reuters

Neste domingo vai ser realizada a 34ª edição da Maratona de Paris, uma da provas de rua mais apreciadas por corredores profissionais e amadores. A capital francesa disputa com Nova York o título de maratona que mais atrai brasileiros. No ano passado, nada menos que 147 corredores do país completaram o percurso.

Publicidade

Neste ano, cerca de 250 brasileiros devem participar da largada que acontece bem cedo no domingo, a partir das 8 horas e 45 minutos da avenida mais famosa do mundo: a Champs Elysées. O percurso de 42,192 km passa por pontos turísticos da capital como a praça da Bastilha, a praça Nation e também às margens do rio Sena.

Muitos grupos vieram especialmente do Brasil, como o coordenado pelo maratonista Paulo Marcos Reis, que trouxe 30 atletas para participar da prova este ano. Segundo ele, que há 10 anos traz corredores para a Maratona de Paris, não apenas a beleza da cidade mas o percurso e as condições do tempo neste período de primavera contribuem para atrair os corredores à capital francesa.

"A maratona é plana, com uma temperatura muito boa sempre; só no ano retrasado a gente teve uma temperature alta, o que é raro. E quando a prova tem organização, é plana, tem temperatura plana... é tudo de bom! ", enfatiza.

Os corredores, no entanto, esperam que a organização da prova corrija alguns problemas como o observado no ano passado quando um engarrafamento perto da praça da Bastilha, quebrou o ritmo de muitos atletas.

“A distribuição de bananas durante o posto de água acabou tornando a pista um pouco escorregadia e acabou criando um engarrafamento, mas acho que isso eles devem corrigir porque as maratonas internacionais estão buscando uma evolução”, diz Paulo.

No site da Maratona de Paris, a organização indica que as 40 mil inscrições abertas ao público foram  preenchidas por atletas do mundo inteiro.

No ano passado, o queniano Vincent Kipruto foi o vencedor com o tempo recorde de 2h 05' 47". No feminino a etíope Atsede Bayisa foi a campeã ao terminar a prova com o tempo de 2h 24' 42".
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.