Acessar o conteúdo principal

Sunga de atletas de pólo aquático de Cingapura causa polêmica em competição

Sunga dos jogadores de pólo-aquático leva estampa da bandeira de Cingapura.
Sunga dos jogadores de pólo-aquático leva estampa da bandeira de Cingapura. Reuters

Para participar dos Jogos Asiáticos, que acontecem atualmente na China, a equipe escolheu uma sunga para os atletas que reproduz a bandeira do país, nas cores vermelha e branca, e com as estrelas e a uma meia-lua que, estampada no meio do uniforme, gerou interpretações de conotação sexual.

Publicidade

As autoridades do país qualificaram a sunga como inapropriada. "Infelizmente, a equipe não nos pediu nenhuma opinião antes de usar a lua e as estrelas para a concepção da sunga", escreveu o ministério da Informação, Comunicação e das Artes em um comunicado dirigido à imprensa.

No documento, as autoridades de Cingapura dizem que se fossem consultadas, teriam alertado que o modelo seria inapropriado e informado que gostariam de ver os símbolos nacionais tratados com "dignidade". As autoridades do país não conseguiram trocar a sunga porque os Jogos já haviam começado e as regras da competição impedem.

O treinador da seleção, Samuel Wong, pediu desculpas pelo uniforme que ele mesmo ajudou a desenhar. "Não tínhamos a mínima intenção de fazer graça ou de insultar Cingapura", disse ele em entrevista ao jornal Straits Times.
Nesta quinta-feira, a seleção de Cingapura perdeu do Kwuait por 5-4 e ficou na sexta colocação nos Jogos Asiáticos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.