Acessar o conteúdo principal
Liga dos Campeões

Jornais ingleses apontam árbitro como culpado pela eliminação do Manchester United

Cristiano Ronaldo(d), garante virada do Real sobre o Manchester
Cristiano Ronaldo(d), garante virada do Real sobre o Manchester REUTERS/Phil Noble

Algo raro na imprensa inglesa: os jornais são unânimes ao criticar um determinado assunto do futebol. Desta vez, o árbitro turco Cuneyt Cakir é apontado como o único homem responsável pela derrota contra o Real Madrid, por 2 a 1, em Old Trafford.

Publicidade

O juíz turco expuslou o português Nani no início do segundo tempo da partida válida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Os jornalistas não citam o Real e dizem que o Manchester United poderia ter ido mais longe na competição internacional. As manchetes dos tablóides esquecem que uma equipe de futebol já conseguiu segurar um resultado com um jogador a menos: "Roubados" para o Daily Mail, "Injustiça" para o Manchester Evening News e "Machucados" para o The Sun, são algumas das manchetes nas bancas inglesas. O Manchester vencia por 1 a 0 (gol contra de Sérgio Ramos), quando, aos 15 minutos do segundo tempo, Nani foi expulso por falta em Arbeloa.

O Independent brinca com as palavras e diz que "os Diabos Vermelhos viram vermelho", uma clara referência ao nome dado pela torcida do Manchester ao seu time. Os jornais e sites ingleses se apoiam nas declarações do técnico do Real Madrid, José Mourinho. O treinador português afirmou após o jogo que "a melhor equipe acabou perdendo". O Times desconfia e diz que a demonstração de Fair Play de Mourinho não passa de uma operação de sedução para o clube inglês, onde ele gostaria de trabalhar após o fim da carreira do mítico Sir Alex Ferguson.

Os comentaristas das tevês dizem que a marcação da falta foi indiscutível, mas a sanção foi descabida. O Daily Mail afirma, em seu site, que o "ataque do árbitro contra a ordem natural do jogo foi um atentado à vontade de vencer do Manchester. Os merengues se classificaram para as quartas de final da competição, com gols de Lucas Modric e Cristiano Ronaldo, que não comemorou o gol, já que o time inglês é a sua antiga casa.

Outros jogos pelas oitavas de final da Liga dos Campeões

O Borussia Dortmund, da Alemanha bateu, em casa, os ucranianos do Shakhtar Donetsk por 3 a 0 e também avança para as quartas. A Liga dos Campeões segue nesta quarta(6). O Paris Saint-Germain joga hoje, na capital francesa, contra o time espanhol do Valência. No primeiro jogo, os parisienses venceram por 2 a 1. A outra partida desta noite será entre a Juventus da Italia e o Celtic, da Escocia. Os italianos venceram a partida de ida, fora de casa, por 3 a 0.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.