Acessar o conteúdo principal
Futebol/França

PSG perde invencibilidade de 36 jogos para equipe que luta contra rebaixamento

Modou Sougou (esq.) e Clarck N'Sikulu (centro), do Evian Thonon Gaillard, comemoram após marcar na vitória contra o Paris St. Germain, em Annecy, na França, nesta quarta-feira, 4 dezembro de 2013.
Modou Sougou (esq.) e Clarck N'Sikulu (centro), do Evian Thonon Gaillard, comemoram após marcar na vitória contra o Paris St. Germain, em Annecy, na França, nesta quarta-feira, 4 dezembro de 2013. REUTERS/Robert Pratta

Faltou humildade para o Paris Saint-Germain na análise da imprensa esportiva sobre a derrota de 2 a 0 do time parisiense para o Evian -Thonon Gaillard, na noite desta quarta-feita em jogo válido pelo campeonato francês. O resultado surpreendente interrompeu uma sequência invicta de 36 jogos e deixa o PSG com apenas um ponto de vantagem para o segundo colocado, o Lille.

Publicidade

Antes do apito final da partida, 21 pontos separavam o líder invicto do campeonato e o fraco Evian TG, que briga para se distanciar do grupo que vai para a 2ª divisão na próxima temporada.

Poucos torcedores apostariam na queda do PSG do pedestal atuando no estádio de Annecy, diante de pouco mais de 14 mil torcedores. O frio glacial e o gramado em péssimas condições também não podem servir de desculpas para a péssima atuação do clube da capital.

O treinador do PSG já havia alertado que os times menos estrelados e badalados podem surpreender e as palavras de Laurent Blanc não foram suficientes para fazer o time escapar da armadilha preparada pelo adversário.

Com Thiago Motta ausente devido a uma contusão na coxa, e o zagueiro Alex e o atacante Lavezzi poupados para descansar fisicamente, o PSG mostrou muitas deficiências e terminou o primeiro tempo com apenas 5 chutes ao gol, todos eles para fora.

A entrada de Lucas Moura no segundo tempo pouco acrescentou em criatividade para o ataque parisiense.

Além da garra e com uma marcação acirrada, os jogadores do Evian deram um exemplo de determinação tática e souberam aproveitar os dois erros de marcação da defesa parisiense no final da partida.

Em contra-ataques, o Evian TG abriu o placar com Nsikulu aos 30 minutos do segundo tempo e decretou a vitória aos 42 com bela jogada de Sougou que se livrou do zagueiro Thiago Silva antes de marcar.

A derrota é vista como acidente de percurso já que a superioridade do PSG é indiscutível, mas que nesta quarta-feira, mostrou seus limites.
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.