Acessar o conteúdo principal
Acidente/Michael Schumacher

Polícia recupera câmera presa a capacete de Schumacher

Fãs agitam bandeiras da Ferrari em homenagem ao aniversário de 45 anos de Michael Schumacher, em frente ao hospital universitário de Grenoble.
Fãs agitam bandeiras da Ferrari em homenagem ao aniversário de 45 anos de Michael Schumacher, em frente ao hospital universitário de Grenoble. REUTERS/Robert Pratta

A polícia francesa recuperou uma câmera que estava presa ao capacete de Michael Schumacher no momento em que ele sofreu o acidente de esqui na pista de Méribel, nos Alpes Franceses. O capacete do ex-piloto, que está em coma induzido desde domingo, em um hospital de Grenoble também foi recuperado. 

Publicidade

Este tipo de mini-câmera é muito utilizada por praticantes de esportes radicais e pode filmar, em média, até seis horas de ação a até trinta frames por segundo. Perguntada sobre a existência do artefato, a assessora de imprensa de Schumacher, Sabine Kehm, se restringiu a dizer que este é "um entre vários assuntos" que ela não comentará.

De acordo com uma fonte policial ouvida pelo jornal Dauphiné Liberé, que descobriu a existência da câmera, o capacete se partiu em dois quando Schumacher se chocou com uma pedra, em alta velocidade, numa região não-balizada da pista. Essa afirmação contradiz a declaração de Sabine Kehm, que afirmou que a velocidade do piloto era "normal" no momento do acidente.

O filho de Schumacher, Mick, de 14 anos, e um de seus amigos, foram ouvidos pelos investigadores que procuram reconstituir as circunstâncias da queda. Os dois esquiavam com o heptacampeão e testemunharam o momento do acidente.

Desde quarta-feira, quando a assessora de imprensa do ex-corredor, Sabine Kehm, informou que seu estado era "crítico, mas estável", não há novidades sobre o quadro do maior campeão da história da Fórmula 1.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.