Acessar o conteúdo principal
Sochi 2014/Paralímpicos

Jogos Paralímpicos de Sochi terminam com festa e supremacia russa

Coreografia na festa de encerramento dos Jogos Paralímpicos de Sochi neste 16 de março de 2014.
Coreografia na festa de encerramento dos Jogos Paralímpicos de Sochi neste 16 de março de 2014. Reuters//Alexander Demianchuk

Com uma grande cerimônia no estádio Olímpico Fischt, encerraram-se neste domingo os Jogos Paralímpicos de Inverno de Sochi 2014. Mais uma vez ficou confirmada a soberania dos atletas russos, que conquistaram 80 medalhas no total. O Brasil, que estreou nos Jogos de inverno, participou hoje da competição de esqui cross-country, ficando com o 21° lugar.

Publicidade

A supremacia russa, que já havia marcado os Jogos Olímpicos, voltou a se confirmar no evento paralímpico, com 80 medalhas no total, das quais 30 de ouro. A Alemanha ficou em segundo lugar, com 9 de ouro e 15 no total, seguida pelo Canadá, com 7 de ouro e 16 no total, Ucrânia com 5 de ouro e 25 no total e na quinta posição a França, com 4 de ouro e 5 no total.

Das 5 medalhas francesas, as 4 de ouro  foram conquistadas por uma única atleta, Marie Bochet, de 20 anos, nas categorias esqui cross-country, curling sobre cadeira de rodas, biatlo e esqui alpino. Já Vincente Gauthier-Manuel ficou com a prata no esqui cross-country.

Orgulho brasileiro

Fernando Rocha disputando os 10 km do esqui cross-country em Sochi, neste domingo, 16 de março de 2014.
Fernando Rocha disputando os 10 km do esqui cross-country em Sochi, neste domingo, 16 de março de 2014.

O Brasil fez a sua primeira participação em um Jogo Paralímpico de Inverno, com Fernando Rocha no 21° lugar no esqui cross-country, entre 27 atletas. André Cintra ficou em 28° lugar entre 33 competidores, na categoria snowboard.

Esta primeira experiência nos Paralímpicos de Inverno motivou os atletas. Fernando Rocha, o primeiro a competir, declarou que sentiu muito orgulho ao cruzar a meta e que a partir de agora vai motivar outros brasileiros a participar da competição. “É muito bom ter sido o primeiro, mas não quero ser o único”, disse o esportista.

Os Jogos Paralímpicos de Sochi começaram no dia 7 de março passado. Vieram 547 atletas de 45 países, que competiram em 72 provas em cinco categorias: esqui alpino, biatlo, esqui cross-country, hóquei sobre trenó e curling em cadeira de rodas. O snowboard fez sua entrada na programação dos Jogos, como uma sub-categoria do esqui alpino.

O sucesso de público foi total, com mais de 316 mil ingressos vendidos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.