Acessar o conteúdo principal
Hungria/Fórmula 1

Ricciardo vence GP da Hungria, Hamilton dá show e Massa é o 5°

Daniel Ricciardo e o engenheiro da Red Bull Paul Monagham entre o segundo colocado, Fernando Alonso (à esquerda), e Lewis Hamilton.
Daniel Ricciardo e o engenheiro da Red Bull Paul Monagham entre o segundo colocado, Fernando Alonso (à esquerda), e Lewis Hamilton. REUTERS/Laszlo Balogh

O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault) venceu neste domingo o GP da Hungria de Fórmula 1, disputado no circuito de Hungaroring. A corrida foi marcada por acidentes, abandonos e muito suspense até os minutos finais. Ricciardo travou uma intensa disputa com Fernando Alonso (Ferrari) e Lewis Hamilton (Mercedes), ultrapassou os dois e ganhou pela segunda vez nesta temporada. Felipe Massa ficou em quinto lugar.

Publicidade

O líder do campeonato, o alemão Nico Rosberg (Mercedes), terminou em quarto lugar depois de largar na pole position. A prova começou com pista molhada, devido a uma pancada de chuva antes da largada. Com o asfalto escorregadio, acidentes e paradas nos boxes para troca de pneus se sucederam. Levou a melhor quem optou por pneus macios. Não foi o caso de Massa, que optou por pneus intermediários.

Ricciardo conseguiu chegar na frente depois de fazer três paradas nos boxes e ir para cima dos adversários na 68ª volta, duas antes do fim da corrida, graças a um jogo de pneus novos. Alonso, que só fez duas paradas, acabou pagando o preço dessa estratégia e cedeu a liderança ao australiano.

Hamilton, que enfrentou problemas no sábado, quando seu carro pegou fogo durante a primeira rodada de qualificação, chegou a sair da pista na primeira volta, reclamou dos freios e teve até parte da da asa dianteira de seu Mercedes danificado. Mesmo assim, o britânico fez uma corrida brilhante. Da 13ª posição conseguiu terminar no pódio.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.