Acessar o conteúdo principal
Fórmula 1

Com segundo título de campeão mundial, Hamilton é chamado de "novo rei da F1"

Lewis Hamilton comemora bicampeonato na Fórmula 1
Lewis Hamilton comemora bicampeonato na Fórmula 1 REUTERS/Caren Firouz

A imprensa britânica presta homenagens nesta segunda-feira (24) ao piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton, que conquistou seu segundo título de campeão mundial após a vitória no GP de Abu Dhabi, o último da temporada. O britânico, da escuderia Mercedes, é celebrado como um verdadeiro herói e é aclamado como novo "Rei da Fórmula 1". Em entrevista, Hamilton disse querer voltar ainda "mais forte" no ano que vem.

Publicidade

Aos 29 anos, Hamilton é o primeiro piloto britânico a conquistar mais de um troféu de campeão mundial depois de Jackie Stewart (1969, 1971 e 1973). Ele se tornou o quarto piloto britânico da história a chegar a tal façanha. O primeiro troféu erguido por Hamilton foi em 2008.

"Hamilton em lágrimas coroado rei da Fórmula 1", escreveu o Daily Mirror. Já o Daily Express estampou em sua manchete: "No topo do mundo". Com o título "Benção real para o rei Hamilton", The Times faz referência às mensagens de parabéns enviadas ao piloto pelo Príncipe Harry que assistiu a corrida no circuito. Pelo rádio usado na comunicação entre o piloto e a equipe, o príncipe Harry disse a Hamilton que ele se tornou uma "lenda".

Ilustrada com um foto de Lewis Hamilton tomando banho de champagne ao levantar a taça de campeão, o Daily Telegraph afirma que foi um "momento brilhante para Hamilton que conquista o título da Fórmula 1". Em suas páginas na editoria de esporte, o jornal estima que o britânico "entrou na lista dos grandes nomes do esporte ao conquistar seu segundo título mundial".

Daily Mail também lembrou que o triunfo doe Hamilton veio coroar uma longa batalha entre ele e seu companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg, durante toda a temporada.

Voltar mais forte

Depois de passar a madrugada festejando seu título, Lewis Hamilton disse já se sentir pronto para "trabalhar duro" para voltar "mais forte" na próxima temporada. "Queremos estar em condições de abordar a próxima temporada estando ainda mais fortes. Certamente este será nosso objetivo e tenho confiança absoluta na equipe. Nós vamos voltar muito, muito mais fortes no ano que vem", declarou durante uma entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira em Abu Dhabi.

"Estou impaciente para voltar à fábrica e integrar todas as informações que eu puder, de ver em quais aspectos eu posso melhorar e de garantir meu progresso", afirmou o britânico.

"Meu primeiro título, foi um sentimento excepcional e incrível para mim", lembrou. Mas "fazer parte dessa equipe (Mercedes-AMG) é certamente um sentimento mais satisfatório. Ganhar o campeonato com esta equipe jovem e que trabalhou duro para chegar onde chegou, é algo muito especial", insistiu.

A escuderia alemã dominou toda a temporada, com um recorde de 16 vitórias em um total de 19 corridas. O britânico venceu 11 vezes e o alemão Rosberg, cinco.

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.