Acessar o conteúdo principal
Esporte

Brasileiros são derrotados na primeira rodada do Aberto de Tênis da Austrália

Tomaz Bellucci foi derrotado por Ferrer na estreia do Aberto da Austrália
Tomaz Bellucci foi derrotado por Ferrer na estreia do Aberto da Austrália acebook.com/pages/Thomaz-Bellucc

O segundo dia do Aberto de Tênis da Austrália não foi nada bom para os brasileiros. Thomaz Bellucci e João Souza, o Feijão, foram derrotados e eliminados na primeira rodada e deixaram o país sem representantes na chave de simples.

Publicidade

A eliminação precoce de brasileiros no campeonato australiano já se tornou uma "maldição", segundo a imprensa especializada. Aliás, esse é o Grand Slam no qual o Brasil sempre teve seu pior desempenho. Gustavo Kuerten e Jaime Oncins foram os únicos representantes brasileiros a chegar à terceira rodada.

Bellucci caiu pela terceira vez na rodada de abertura. Ele já havia sido eliminado na estreia em 2009 e 2013. Em sua outras participações, caiu no jogo seguinte. Desta vez, deu a impressão de que complicaria o jogo diante do número 10 do mundo, venceu o primeiro set, mas se perdeu na partida e foi derrotado de virada por David Ferrer por 3 a 1.

Já Feijão repetiu sua participação no Aberto da Austrália de 2012, quando foi eliminado na primeira rodada. O brasileiro fez jogo duro diante do croata Ivan Dodig, teve a chance de vencer um dos sets, mas vacilou nos momentos decisivos e deu adeus à competição.

Além de Ferrer e Dodig, classificaram-se para a próxima fase o sérvio Novak Djokovic, o japonês Kei Nishikori e os espanhóis Feliciano Lopez e Fernando Verdasco. No feminino, a dinamarquesa Caroline Wozniack, a tcheca Petra Kivtova, a australiana Samantha Stosur e a eslovaca Dominka Cibulkova foram algumas das tenistas que estrearam com vitória e seguem adiante no primeiro Grande Slam da temporada.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.