Acessar o conteúdo principal
Brasil x França

"Europeus" da seleção tem rotina mais leve no primeiro treino em Paris

Neymar no primeiro dia de treino da seleção em Paris.
Neymar no primeiro dia de treino da seleção em Paris. Rafael Ribeiro / CBF

A seleção brasileira fará nesta terça-feira (24) seu segundo treino em Paris, antes de enfrentar a França, na quinta-feira. No treino de hoje, às 16 horas no horário francês, meio-dia em Brasília, Dunga deverá dar as primeiras pistas da equipe titular que entrará em campo no Stade de France.

Publicidade

No treino de segunda-feira, os jogadores estiveram todos juntos apenas no aquecimento. Depois, Dunga separou o grupo em dois: de um lado os jogadores que atuaram no final de semana pelos seus times europeus, como Neymar (Barcelona), Marcelo (Real Madrid), Filipe Luís (Chelsea) e Danilo (Porto). Para eles, um toque de bola leve, sem exigir esforço físico.

De outro lado, os atletas que vieram do Brasil e os que estavam mais descansados, como Thiago Silva, do PSG. Dunga fez um treino tático, com os jogadores trocando passes rápidos em um quadrado. Depois, ensaiou jogadas ofensivas, explorando as duas laterais. O treino terminou uma hora e vinte minutos depois, com Oscar e outros jogadores cobrando pênaltis.

Antes de voltar ao estádio Charléty no final da tarde desta terça-feira, os jogadores devem falar com a imprensa no hotel onde estão hospedados, em uma área nobre da capital francesa.

Franceses desfalcados

Já a seleção francesa fez ontem seu primeiro treino no centro de Clairefontaine. O time terá desfalques importantes, como o goleiro Hugo Lloris, e o meio-campista Paul Pogba, machucados. Será a oportunidade do treinador Didier Deschamps também fazer testes na equipe.

Na segunda-feira, durante entrevista coletiva, o técnico francês disse que seu objetivo é manter a evolução da equipe. O jogo contra o Brasil tem muito prestígio e é cheio de simbolismo para os franceses, já que as duas equipes se enfrentam no mesmo estádio da final de 1998.

Mas o último confronto entre as duas equipes, em Porto Alegre, no distante junho de 2013, o Brasil devolveu o placar de 3 a 0. Agora, jogando em casa, os franceses querem vingar a última derrota.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.