Acessar o conteúdo principal
Futebol/Liga dos Campeões

Para imprensa, PSG tem "missão impossível" contra o Barcelona

Time do PSG: (da esq. para direita) Ezequiel Lavezzi, Javier Pastore, Nicolas Dehon, Blaise Matuidi, Zlatan Ibrahimovic, Marco Verratti e Jean-Christophe.
Time do PSG: (da esq. para direita) Ezequiel Lavezzi, Javier Pastore, Nicolas Dehon, Blaise Matuidi, Zlatan Ibrahimovic, Marco Verratti e Jean-Christophe. REUTERS/Gustau Nacarino

Com exceção dos jogadores e dos torcedores mais fanáticos, difícil encontrar na França alguém que acredite em uma vitória e, sobretudo, na classificação do PSG para a semifinal da Liga dos Campeões, no jogo desta terça-feira (21) contra o Barcelona. O time parisiense precisa marcar no mínimo três gols no Camp Nou, façanha que nenhuma equipe conseguiu ainda nesta temporada contra a muralha espanhola.

Publicidade

Os jornais utilizam o mesmo adjetivo ao se referir à missão do PSG: "impossível". Le Figaro considera que não há outra palavra que possa traduzir o desafio da equipe de Laurent Blanc. A tarefa é comparada aos doze trabalhos de Hércules. O jornal destaca uma frase de efeito do meio-campista Matuidi: "Nossas chances são mínimas, mas se não acreditarmos, nem vale a pena subir no avião".

O jornal se pergunta se essa noite não seria a grande oportunidade para o atacante Ibrahimovic quebrar a imagem de um grande jogador que "pipoca" em momentos decisivos. Essa "máquina de artilheiro" deve dizer "presente" no jogo de hoje para confirmar seu destino e conseguir o impossível, diz Le Figaro.

Desafio de outro mundo

Para o diário especializado L'Équipe, o time parisiense está "diante da obrigação de um feito inédito, monumental, inimaginável, coisa de marciano mesmo". E inédito porque nenhuma equipe ainda se classificou para a semifinal na Liga dos Campeões depois de perder o primeiro jogo em casa.

Vai ser preciso sonho, utopia, entusiasmo, agressividade, gols e defesas de Sirigu para realizar esse milagre, resume o jornal esportivo.

"Se os milagres existem..." é o título escolhido pelo Le Parisien para resumir a expectativa pouco otimista que paira sobre o time dos brasileiros David Luiz, Marquinhos e Maxwell, que deverão entrar em campo. O capitão Thiago Silva, lesionado, foi cortado da equipe. A derrota sofrida no Parque dos Príncipes (1-3) deixou o time praticamente sem chances de se classificar para a semifinal. Mas os jogadores acreditam, diz o diário.

Quem não acredita é porque não gosta de futebol, provoca Le Parisien. Não será fácil, claro, mas a essência do futebol é a surpresa, seu aspecto completamente imprevisível e louco, escreve o jornal.

Zidane acredita

Entre os poucos otimistas está o maior astro da história do futebol francês, Zinedine Zidane. Ex-jogador e atual treinador de uma equipe de base do Real Madrid, Zidane torce por uma goleada do PSG contra o arqui-inimigo do time merengue. "O PSG é capaz de conseguir", disse o craque em entrevista ao Le Parisien.

O carrasco do Brasil na final da Copa de 98 recorre às lembranças da época em que defendia o Bordeaux. Em 96, depois de perder o primeiro jogo para o Milan AC por 2 a 0, o time francês goleou por 3 a 0 e ficou com a vaga. "Tudo é possível", estima Zizou.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.