Acessar o conteúdo principal
Copa América/Brasil

Vitória do Brasil sobre Peru rende elogios a Neymar na imprensa europeia

Neymar, em lance na partida contra o Peru, em Temuco.
Neymar, em lance na partida contra o Peru, em Temuco. REUTERS/Ricardo Moraes

A seleção brasileira sofreu para vencer o Peru por 2 a 1 na sua estreia na Copa América, na noite de domingo (14). O gol e o passe decisivo para Douglas Costa balançar as redes renderam muitos elogios da imprensa europeia ao capitão e craque do time, Neymar.

Publicidade

"Líder Neymar", estampou em sua manchete o espanhol Mundo Deportivo, com uma foto do brasileiro na primeira página. O diário Marca exibe no seu site vários lances do atacante do Barcelona durante o jogo, como o duplo chapéu sobre um zagueiro peruano.

O Sport disse que Neymar fez "um partidaço" contra o Peru e informa que o craque estendeu seu contrato com o Barcelona até 2020. Na sua volta da Copa América, Neymar vai assinar uma prorrogação de mais dois anos de seu contrato e vai receber € 12 milhões por ano de salário líquido, tornando-se o segundo jogador mais bem pago do clube, depois do argentino Lionel Messi.

O italiano Gazzetta dello Sport diz que depois de uma "trapalhada" entre David Luiz e Jefferson, que resultou no gol peruano aos dois minutos, Neymar consertou rapidamente a situação e com jogadas de categoria e muita personalidade ofereceu a assitência para a vitória que aliviou o treinador Dunga.

Na Inglaterra, Sky Sport destaca o 44° gol de Neymar em 64 jogos com a camisa da seleção. O diário aproveita a entrada no Top 5 dos maiores artilheiros do Brasil e pergunta se o ex-santista está no mesmo nível de outros craques como Ronaldo, Romário, Zico e o Rei Pelé.

0,68 gols por partida

Desde que marcou pela primeira vez em 2010, aos 18 anos, Neymar tem feito uma média de 0,68 gol por partida, escreve o diário inglês. Basta olhar como a seleção se comportou contra a Alemanha na última Copa do Mundo, para confirmar o quanto o Brasil conta com seu "talismã", afirma Sky Sports.

Ao comentar o papel de Neymar como líder da equipe no lugar de Thiago Silva, o artigo lembra que, depois que passou a jogar com a braçadeira de capitão, o atacante marcou em nove dos 11 primeiros jogos da equipe sob a era Dunga II. "O que significa que o treinador fez a escolha certa", comenta o jornal.

O Brasil lidera o grupo C com a Venezuela, que surpreendeu a Colômbia e venceu por 1 a 0. Na próxima quarta-feira, a equipe de Dunga enfrenta e Colômbia no Estádio Nacional de Santiago, enquanto em Valparaíso o Peru enfrenta a Venezuela.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.