Acessar o conteúdo principal
Chile/Copa América

Neymar perde a cabeça e Brasil é derrotado pela Colômbia

Neymar ameaçou dar uma cabeçada em Jeison Murillo.
Neymar ameaçou dar uma cabeçada em Jeison Murillo. REUTERS/Henry Romero

A seleção brasileira sofreu sua primeira derrota da nova era Dunga ao perder por 1 a 0 para a Colômbia, nesta quarta-feira (17), no estádio Monumental de Santiago, na segunda rodada do grupo C da Copa América. O zagueiro Jeison Murillo anotou o gol da vitória colombiana aos 36 minutos de jogo, ao pegar a sobra de uma cobrança de falta de Juan Cuadrado.

Publicidade

Muito nervoso e com atuação abaixo do esperado, Neymar foi expulso ao se envolver em confusão depois do apito final, por isso está fora da próxima partida, marcada para domingo, contra a Venezuela, que superou os 'Cafeteros' por 1 a 0 na estreia.

O camisa 10 já estava suspenso antes mesmo de levar o cartão vermelho, por ter recebido o segundo amarelo na competição ainda no primeiro tempo.

O resultado embolou o grupo C, com Colômbia, Brasil e Venezuela empatados com os mesmos três pontos. Na quinta-feira, os venezuelanos podem se isolar na ponta com um empate diante do Peru, em Valparaíso.

Antes de perder para os colombianos, a seleção ostentava 100% de aproveitamento desde que Dunga voltou ao comando, com 11 vitórias em 11 partidas, sendo dez amistosos e a estreia na Copa América, contra os peruanos (2-1).

O Brasil não perdia para a Colômbia desde 1991. Curiosamente, a derrota também aconteceu no Chile, numa partida de fase de grupos da Copa América (2-0).

Daniel Alves critica arbitragem pela expulsão de Neymar

O lateral brasileiro Daniel Alves criticou duramente o árbitro chileno por ter expulso Neymar.
"Os árbitros têm que parar de pensar que são os protagonistas. Os protagonistas não são eles, estão aqui apenas para controlar o jogo", lamentou o atleta do Barcelona, visivelmente inconformado com as decisões do juiz, que também havia dado um cartão amarelo para Neymar no primeiro tempo.

Depois do apito final, o camisa 10 acertou uma bolada em Armero, ameaçou dar uma cabeçada em Ibarbo e ainda levou empurrão de Bacca, que também foi expulso.

"Já estamos acostumados. Aqui, na América do Sul, todos estão contra o Brasil. Eles conhecem a personalidade do Neymar e sempre vão atrás dele", insistiu Daniel Alves.

"Temos que ter tranquilidade e serenidade para superar esses momento difíceis, e nos bons momentos não pensar que somos tão bons assim", completou o lateral, um dos sete remanescentes do fiasco da Copa do Mundo na seleção que disputa a Copa América.

(Com informações da AFP)

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.