Acessar o conteúdo principal
Resultado armado

Maior jogador de Handebol da França é condenado por arranjar resultado de partida

Nikola Karabatic no tribunal de Montpellier.
Nikola Karabatic no tribunal de Montpellier. AFP PHOTO / ANNE-CHRISTINE POUJOULAT

Nikola Karabatic, a grande estrela do handebol francês, foi condenado por fraude e deve pagar uma multa de      € 10 mil em um processo de apostas suspeitas envolvendo uma partida de maio de 2012. A suspeita é de que o resultado da partida tenha sido arranjado.

Publicidade

A promotoria havia pedido três meses de prisão e € 30 mil de mullta contra o jogador francês que atua pelo Barcelona da Espanha. O tribunal de Montpellier, no sul da França, que julgou o caso, não pronunciou nenhuma pena de prisão para as 16 pessoas indiciadas, sendo sete jogadores.

O caso se refere a apostas feitas durante o intervalo de uma partida e com valores superiores a € 100 mil e pagamento de cotas de 2,9 para 1 sobre o resultado.  A equipe de Montpellier, liderada por Nikola Karabatic na época, perdeu em casa para o clube Cesson, do oeste do país. O Montpellier já tinha vencido o campeonato francês por antecipação e o Cesson lutava contra o rebaixamento para uma divisão inferior. Os apostadores faturaram € 300 mil.

Envolvidos negam esquema

Karabatic e dois outros jogadores, Dragan Gagic e Issam Tej, negaram ter feito apostas. Outros réus no processo reconheceram ter apostado, mas baseando-se em "critérios esportivos" para ganhar um dinheiro extra, sem ter contribuído para manipular o resultado do jogo.

O caso abalou a imagem do jogador de handebol, que é um ídolo do esporte francês e comparado ao que representa Zidane para o futebol e Tony Parker para o basquete. Karabatic, de 31 anos, de origem sérvo-croata, tem no currículo os títulos de bicampeão olímpico e tricampeão mundial e da Europa. Por duas vezes, em 2007 e 2014, ele foi eleito o melhor jogador de handebol do mundo.

Diante da polêmica com o caso das apostas suspeitas, os Nikola e seu irmão Luka, também envolvido no caso, deixaram o clube Montpellier para jogar por uma equipe mais modesta, de Aix-en-Provence, sul da França.

Em 2013, Nikola se transferiu para um dos clubes de maior prestígio da Europa, o Barcelona da Espanha. Com o final do processo, o jogador deve voltar à França, mas para atuar pelo PSG, ao lado de seu irmão Luka.

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.