Acessar o conteúdo principal
Ciclismo/Volta da França

Ciclista britânico Chris Froome vence Volta da França 2015

O britânico Christopher Froome na 21ª  e última etapa da Volta da França 2015, disputada neste domingo (26).
O britânico Christopher Froome na 21ª e última etapa da Volta da França 2015, disputada neste domingo (26). AFP PHOTO / ERIC FEFERBERG

O ciclista britânico Christopher Froome venceu neste domingo (26), pela segunda vez, a Volta da França. Dois anos após seu primeiro título, ele dominou essa edição 2015 e suscitou muita polêmica, devido a suspeitas de doping. A última etapa da Volta da França, que aconteceu quase o tempo todo sob forte chuva e terminou na avenida Champs Elysées, em Paris, foi vencida pelo alemão André Greipel.

Publicidade

Cento e sessenta ciclistas participaram desta 21ª e última etapa do torneio francês. Eles partiram de Sèvres e percorreram 109,5 km antes de cruzar a linha de chegada, na avenida Champs-Elysées. O alemão Andre Greipel venceu hoje pela quarta vez uma etapa desta 102ª Volta da França, na frente do francês Bryan Coquard.

Mas Chris Froome tinha mais de um minuto de avanço sobre os concorrentes, e apesar de não ter cruzado a linha de chegada entre os primeiros, venceu o torneio geral. O segundo lugar ficou com o colombiano Nairo Quintana e o terceiro com o espanhol Alejandro Valverde, que tem 35 anos e participou da Volta da França pela primeira vez.

Froome, que integra a poderosa equipe Sky, já tinha vencido o torneio ciclista francês em 2013. No ano passado, o ciclista britânico que nasceu no Quênia não participou da competição. Em 2014, o campeão foi o italiano Vicenzo Nibali que este ano terminou a Volta da França em quarto lugar.

Suspeita de doping

A força e a superioridade de Chris Froome, de 30 anos, nas etapas de montanha e a falta de um controle anti-doping levantaram suspeitas de doping contra o ciclista. A equipe Sky tentou acabar com a polêmica revelando dados parciais sobre o ciclistas, mas Froome chegou inclusive a ser agredido por alguns espectadores.

No sábado (25), já com a vitória garantida, Froome afirmou que as pessoas não tinham o direito de desrespeitá-lo e disse que esperar participar da Volta da França “até os 38 anos, se seu corpo der conta.”
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.