Acessar o conteúdo principal
Brasil/Amistoso

Brasil sofre de "Neymardependência", diagnostica imprensa francesa

Neymar comemora gol no amistoso do Brasil contra os Estados Unidos, disputado na terça-feira (8), em Boston.
Neymar comemora gol no amistoso do Brasil contra os Estados Unidos, disputado na terça-feira (8), em Boston. Reuters

“Brasil goleia Estados Unidos, mas não se livra da Neymardependência”. Essa é grande preocupação da imprensa francesa desta quarta-feira (9), após a vitória por 4 a 1 no amistoso da seleção brasileira contra a americana, em Boston, na noite de ontem (8).

Publicidade

Neymar entrou em campo só no segundo tempo, mas “deu um show e mostrou que é dono da bola” ao marcar dois gols, escreve a AFP. Os outros gols brasileiros foram de Hulk, ainda no primeiro tempo, e Rafinha. Danny Williams salvou a honra dos americanos nos acréscimos com um chute de fora da área.

Depois da inexpressiva vitória contra a Costa Rica no sábado (5), 1 a 0, “o Brasil se impõe com firmeza diante dos Estados Unidos”, afirma o l'Équipe. Este o amistoso foi o último teste antes das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O Brasil não poderá contar com o craque e capitão Neymar, suspenso nos dois primeiros jogos das eliminatórias, contra Chile e Venezuela, ressalta preocupado o jornal esportivo.

Lucas Moura

L’Équipe elogia a presença em campo no amistoso de ontem de três jogadores brasileiros do PSG. David Luiz foi de novo escalado pelo técnico Dunga na zaga central e disputou a partida até o fim. Marquinhos substituiu Miranda aos 23 minutos do primeiro tempo e se destacou.

Outro jogador que entrou muito bem foi Lucas, do Paris Saint-Germain. O atacante mostrou bom entrosamento com Neymar e deus dois passes decisivos na partida, elogia o jornal francês.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.