Acessar o conteúdo principal
Futebol/Política

Lula se compara a Pelé em entrevista à imprensa argentina

Lula em Buenos Aires.
Lula em Buenos Aires. REUTERS/Enrique Marcarian

Em uma entrevista que será publicada nesta sexta-feira (2) pela revista argentina La Garganta Poderosa, voltada para comunidades carentes, o ex-presidente Lula comparou sua parceria com o venezuelano Hugo Chávez e o argentino Néstor Kirchner, ambos mortos, ao trio de craques do futebol Messi, Pelé e Maradona.

Publicidade

"Foi um momento extraordinário aquele. Era como se estivessem Messi, Pelé e Maradona no mesmo time", disse Lula. Ele nota que Cristina Kirchner, Dilma Rousseff e Nicolás Maduro enfrentam hoje problemas internos, mas podem se recuperar.

Conhecido fã de futebol, Lula evitou comparar Messi e Maradona por causa de seus estilos diferentes. Segundo o ex-presidente, Maradona, "além de bom jogador era um líder em campo, um anarquista que jogava pelo coletivo". Sobre Messi, diz ter a impressão que ele "pode correr o campo todo como se estivesse num passeio".

"O problema desses dois argentinos é que somando seus gols não chegam ao total de Pelé", provocou o ex-presidente brasileiro em tom amigável, segundo o jornal esportivo francês L'Équipe, que também repercutiu a entrevista.

Engajado na Argentina

No mês passado, o ex-presidente entrou de cabeça na campanha eleitoral argentina a favor de Daniel Scioli, governador da Província de Buenos Aires e candidato da presidente Cristina Kirchner para as próximas eleições presidenciais de 25 de outubro.

Apesar dos escândalos de corrupção no Brasil, Lula ainda mantém elevada popularidade na Argentina, onde recentemente passou três dias, com uma agitada agenda.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.