Acessar o conteúdo principal
Futebol/Seleção Brasileira

Neymar volta à seleção e Cássio é convocado pela primeira vez

Neymar, em lance na partida contra o Peru, em Temuco. 14/06/15.
Neymar, em lance na partida contra o Peru, em Temuco. 14/06/15. REUTERS/Ricardo Moraes

Neymar está de volta à seleção brasileira, depois de cumprir suspensão nas duas primeiras rodadas das eliminatórias para a Copa do Mundo, e a principal 'vítima' deste retorno é Philippe Coutinho, que ficou fora da convocação desta quinta-feira (22) para as partidas contra Argentina e Peru. Dunga manteve o veterano Kaká, pouco aproveitado nos últimos jogos, e ignorou Lucas, do Paris Saint-Germain.

Publicidade

"Philippe Coutinho é um jogador que está voltando de lesão", justificou o técnico da seleção na coletiva de anúncio da convocação. "Como eu já disse, não pode deixar cadeira vazia. Se alguém sentar e for bem, vai continuar jogando", explicou. Este critério, porém, não se aplica a todos. O treinador convocou David Luiz e Danilo, que também acabam de se recuperar de lesões.

David Luiz, que se machucou na derrota por 2 a 0 para o Chile, não formará dupla de zaga com seu companheiro de Paris Saint-Germain Thiago Silva, de fora mais uma vez. "Falamos com David há meia hora e ele nos disse que treinou normalmente com o PSG", afirmou Dunga. "Ele poderia ter jogado ontem (quarta-feira, contra o Real Madrid), mas foi poupado para poder estar 100% nos próximos compromissos do seu clube", explicou Dunga.

O lateral esquerdo merengue Marcelo, que teve grande atuação contra o PSG, voltará a disputar a posição com Filipe Luís, do Atlético de Madri. Nas eliminatórias, o primeiro foi titular na derrota para o Chile, e o segundo começou jogando nos 3 a 1 sobre a Venezuela.

A única novidade da lista é o goleiro corintiano Cássio. Ainda que ele tenha poucas chances de atuar no gol da seleção, sua ausência deve ser sentida entre o rol de desfalques do líder do Brasileirão. Além de Cássio, Gil, Renato Augusto e Elias foram relacionados. A CBF estuda a possibilidade de adiar o duelo entre Corinthians e Vasco, marcado para 18 de novembro, dia seguinte ao jogo contra o Peru.

Guerra contra a Argentina

Com três pontos em dois jogos nas eliminatórias, o Brasil visita a Argentina, que não poderá contar com o craque Lionel Messi, no dia 12 de novembro, em Buenos Aires, antes de receber o Peru de Paolo Guerrero, no dia 17, na Arena Fonte Nova, em Salvador. "Contra a Argentina é sempre uma guerra, um campeonato à parte", avisou Dunga. "Cada bola é uma decisão. O Brasil vai ter que se superar para conseguir o resultado positivo".

O técnico admitiu que não gostou do resultado contra o Chile, mas elogiou os seis contra-ataques do time antes de tomar o gol. "Ninguém gosta de perder e temos que corrigir as falhas. Contra a Venezuela fomos mais eficientes. A equipe foi mais compacta e os gols saíram", completou.

Presente durante a coletiva, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, recusou-se novamente a comentar o fato de que não viaja para fora do Brasil desde que seu antecessor José Maria Marin foi preso em Zurique a pedido da justiça americana, por suspeitas de envolvimento no mega-escândalo de corrupção da Fifa. Ainda não se sabe se ele estará na Argentina para o clássico.

Existem relatos de que Del Nero vai ser afastado pela Conmebol do cargo de membro do Comitê Executivo da Fifa, por não comparecer às reuniões, mas a informação ainda não foi confirmada oficialmente.

Confira a lista de Dunga para os próximos jogos:

-Goleiros:
Alisson (Internacional)
Cássio (Corinthians)
Jefferson (Botafogo)

-Zagueiros:
Miranda (Inter de Milão/ITA)
Marquinhos (Paris SG/FRA)
David Luiz (Paris SG/FRA)
Gil (Corinthians)

-Laterais:
Danilo (Real Madrid/ESP)
Daniel Alves (Barcelona/ESP)
Filipe Luís (Atlético de Madri/ESP)
Marcelo (Real Madrid/ESP)

-Volantes e meias:
Luiz Gustavo (Wolfsburg/ALE)
Fernandinho (Manchester City/ING)
Elias (Corinthians)
Renato Augusto (Corinthans
Oscar (Chelsea/ING)
Lucas Lima (Santos)
Willian (Chelsea/ING)
Kaká (Orlando City/EUA)

Atacantes:
Douglas Costa (Shakhtar Donetsk/UCR)
Neymar (Barcelona/ESP)
Hulk (Zenit São Petersburgo/RUS)
Ricardo Oliveira (Santos)

Com informações da AFP

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.