Acessar o conteúdo principal
Belluci/Roma

Bellucci vai enfrentar Djokovic, n°1 do mundo, em Roma

O brasileiro Thomaz Bellucci vai enfrentar Novak Djokovic em Roma.
O brasileiro Thomaz Bellucci vai enfrentar Novak Djokovic em Roma. REUTERS/Petar Kujundzic

O tenista Thomaz Bellucci, número 37 do ranking mundial, venceu nesta quarta-feira (11) o francês Nicolas Mahut. O tenista brasileiro vai enfrentar assim ninguém menos que o sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, nas oitavas de final do Masters 1000 de Roma.

Publicidade

Bellucci, que havia surpreendido em sua estreia na capital italiana ao derrotar outro francês, Gael Monfils (n°14), eliminou Mahut com autoridade em dois sets, parciais de 6-4, 6-3, em uma hora e 22 minutos de jogo, sua segunda vitória em um torneio de Masters 1000 nesta temporada.

A missão de Bellucci nas oitavas, porém, será muito mais complicada: o brasileiro terá DE encarar Djokovic, melhor tenista do mundo e praticamente imbatível nesta temporada. Mas apesar do enorme favoritismo, 'Djoko' não encontrou a facilidade esperada nesta quarta-feira (11), diante do também francês Stephane Robert, vencendo em dois sets, duas vezes com parciais de 7-5.

Bellucci e Djokovic já se enfrentaram cinco vezes

Será o quarto confronto entre Bellucci e Djokovic em Masters 1000 no intervalo de um ano. No ano passado, os dois tenistas se enfrentaram na mesma altura da competição em Roma e o brasileiro deu trabalho ao sérvio, vencendo a primeira parcial antes de ser derrotado em três sets, 5-7, 6-2, 6-3.

No total, Bellucci e Djokovic se enfrentaram cinco vezes, com o sérvio vencendo todas as partidas.
Os números 2 e 3 do mundo, o suíço Roger Federer e o britânico Andy Murray, também entraram em quadra hoje e superaram sem sustos os adversários.

Federer, que não disputou o Masters 1000 de Madri devido a dores nas costas, na semana passada, superou a jovem promessa alemã Alexander Zverev (6-3, 7-5), enquanto Murray derrotou o cazaque Mikhail Kukushkin (6-3, 6-3).

Após a partida, Federer, porém, não se mostrou muito otimista em relação à lesão e colocou em dúvida sua participação nas oitavas de final. "Espero poder jogar amanhã, mas não sei como estarei me sentindo. Vou treinar e vou parar a cada 15 minutos para conversar com minha equipe", explicou o tenista de 34 anos.
Nas oitavas, a lenda viva suíça não terá vida fácil contra o austríaco Dominic Thiem (n°13). O adversário de Murray será o vencedor do confronto entre o espanhol Roberto Bautista (n°15) e o francês Jeremy Chardy.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.