Acessar o conteúdo principal
Rio 2016

Futebol feminino do Brasil goleia China na estreia nas Olimpíadas

Seleção feminina celebra a estreia vitoriosa contra a China no Rio de Janeiro.
Seleção feminina celebra a estreia vitoriosa contra a China no Rio de Janeiro. Foto:REUTERS/Gonzalo Fuentes

A seleção brasileira de futebol feminino começou bem seu percurso olímpico com vitória na estreia contra a China por 3 a 0 nesta quarta-feira (3), no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro. Com o placar, a equipe assume a liderança do grupo E ao lado da Suécia, mas tem a vantagem no saldo de gols.

Publicidade

As meninas entraram em campo dispostas a fazer a alegria dos torcedores que lotaram apenas parcialmente as arquibancadas do estádio que também será palco das competições de atletismo durante a Rio 2016.

Apesar de dominar a partida e criar várias chances, o gol que liberou o Brasil da pressão da estreia veio com Mônica, aos 35 minutos, depois de um lance que surgiu de bola parada. No cruzamento para a área, a goleira Lina Zhao saiu mal, a defesa chinesa tentou afastar, mas de cabeça a zagueira Mônica conseguiu ter tranquilidade para escolher o canto e colocar a seleção na frente do placar.

Aos 39, Cristiane chegou a fazer o segundo, mas o gol foi anulado por impedimento. Outra oportunidade veio aos 42 minutos, pela direita, com a lateral Fabiana cruzando para dentro da área. Beatriz se atrapalhou e cabeceou para fora. As chinesas pouco arriscaram nos contra-ataques e o primeiro susto da goleira Bárbara só veio no final do primeiro tempo, com uma bola recuada perigosamente pela defesa, mas que passou rente à trave.

Grande atuação no segundo tempo

Mais ofensiva no início do segundo tempo, a China tentou surpreender a equipe brasileira, sem sucesso. Para reforçar o meio de campo, aos 12 minutos, o técnico Vadão sacou Thaisa para a entrada de Andressa. Segundos depois, e antes mesmo de tocar na bola, a jogadora que atua nos Estados Unidos teve como primeiro trabalho correr para cumprimentar as meninas do ataque.

Lançada em profundidade, Marta cruzou para trás e Andressa Alves completou com estilo, ampliando o placar e dando mais tranquilidade para a equipe. Antes de ser substituída e sair ovacionada de campo pela torcida, a capitã do Brasil fez uma linda jogada: livrou-se de duas zagueiras e de fora da área acertou um chute rasteiro à direita da goleira chinesa, que espalmou para escanteio.

Faltando um minuto para o final do tempo regulamentar, a seleção feminina chegou ao terceiro gol, também de lance iniciado com bola parada. Andressinha cruzou na área e Cristiane se antecipou à goleira e, de cabeça, decretou a vitória final. Com o show de gols, a torcida ainda teve tempo de gritar "olé" ao final do confronto.

Na próxima rodada a seleção brasileira enfrenta a Suécia, que passou com uma vitória difícil, de 1 a 0, sobre a África do Sul no jogo que abriu o futebol feminino nos Jogos no mesmo Engenhão. Além da liderança, as duas equipes também vão querer garantir uma vaga na próxima fase da competição.

Problemas no Engenhão

A estreia do futebol feminino revelou alguns problemas com o estádio Engenhão. Foram relatados incidentes com um dos portões porque os organizadores não encontraram a chave do cadeado, que precisou ser quebrado. Por isso houve atraso na entrada de torcedores que foram orientados a usar um outro acesso. Muitos deles também disseram ter tido dificuldade na leitura do código de barra dos ingressos.

No final da partida, jornalistas também tiveram dificuldades de ter acesso aos locais de entrevistas com as jogadoras. Um dos elevadores não chegou ao andar térreo e ficou parado entre dois pisos. O acesso teve que ser feito por escadas. 

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.