Acessar o conteúdo principal
Brasil-Mundo

Flamengo abre sede oficial em Lisboa: a Fla-Lisboa

Áudio 08:17
Fundadores do Fla Lisboa reunidos no local transformado em consulado do time carioca na capital portuguesa.
Fundadores do Fla Lisboa reunidos no local transformado em consulado do time carioca na capital portuguesa. Foto: Divulgação

A capital portuguesa é a mais nova sede internacional reconhecida oficialmente pelo Clube de Regatas do Flamengo que tem torcedores espalhados por todo o planeta. A Fla-Lisboa agora faz parte desta lista de Consulados oficiais: já são 24 ao todo, incluindo em Nova York, nos Estados Unidos. 

Publicidade

Luciana Quaresma, correspondente da RFI Brasil, em Lisboa

A ideia, em Lisboa, surgiu através de amigos que dividem a mesma paixão: torcer pelo Flamengo, entre eles Marcelo Caldas um dos fundadores da Fla-Lisboa. “Isso surgiu depois de um surto nosso de estar morando em Portugal e precisar ver os jogos do Flamengo e não aguentar mais ficar sozinho em casa, torcendo só com a televisão. O que fizemos foi aproveitar que dois de nós estávamos vindo pra Lisboa, pegamos mais dois que já estavam aqui, o Léo e o Luis, conversamos e decidimos ver os jogos em algum lugar”, explicou.

O grupo de amigos procurou então um local que pudesse acolher os torcedores para assistir os jogos do rubro-negro carioca e encontraram o bar Snooker, no centro da capital portuguesa, disposto a abrir às portas para os flamenguistas.

“Nossas primeiras conversas foram em outubro e em janeiro a gente já estava se reunindo pra ver os jogos do Campeonato Estadual e desde então a coisa cresceu de um jeito muito surpreendente. Nós éramos sete pessoas no primeiro jogo e na final do Campeonato Estadual aqui no Snooker a gente reuniu 150 pessoas”.

Chancela oficial do Flamengo

Com o objetivo de unir os torcedores que estão por toda a parte, o Clube de Regatas do Flamengo lançou, em 2008, o projeto Embaixada- Rubro-Negra. Para a felicidade dos torcedores da capital portuguesa, recentemente, a Fla-Lisboa recebeu o título oficial de Consulado do Clube da Gávea.

“Há hoje um projeto do clube de Embaixadas e Consulados. A ideia é exatamente essa: tirar o clube do Rio de Janeiro e ir aumentando os núcleos para as pessoas verem os jogos juntas”, afirmou Caldas. O processo, segundo ele, foi muito simples. “A gente entrou em contato com o clube, nos apresentamos e dissemos que a nossa ideia era formar um Consulado. Depois de alguns trâmites burocráticos, em muito pouco tempo passamos a ser reconhecidos oficialmente”, afirmou.

Leonardo Mesquita, outro dos fundadores da Fla- Lisboa, explica que a intenção é poder partilhar, em um mesmo espaço, o amor pelo clube do coração. “A nossa premissa é essa: a gente quer encontrar e conhecer pessoas, assistir os jogos do Flamengo e fazer amigos, essa é a nossa premissa principal”.

O português Miguel Sancho, um dos sócios do tradicional Snooker Club, a sede do “Consulado flamenguista”, não esconde a felicidade de poder ser a casa do Flamengo em Lisboa. “Quando surgiu a oportunidade do Flamengo ficar aqui no Snooker Club para mim foi praticamente um oásis. Tivemos a oportunidade de juntar a comunidade brasileira, particularmente a flamenguista, que aqui é muita, e ser um ponto de união não apenas em relação ao clube, mas a todos os brasileiros que estão fora do Brasil”, comentou.

O ex-jogador e ídolo flamenguista Zico (com cachecol rubro-negro) com os fundadores do Consulado Fla-Lisboa, em Lisboa.
O ex-jogador e ídolo flamenguista Zico (com cachecol rubro-negro) com os fundadores do Consulado Fla-Lisboa, em Lisboa. Foto: Divulgação

Apoio do ídolo Zico

A Fla- Lisboa começou a se reunir no final do ano passado e em pouco tempo já mostrou que veio pra ficar e conta até com o apoio de um dos maiores ícones do Flamengo de todos os tempos: Zico. “A gente descobriu que o Zico estava em Lisboa e começamos a tentar falar com ele. Conseguimos o telefone dele, mandamos uma mensagem pra ele nos apresentando e dizendo que queríamos encontrar com ele em nome do grupo e dar um presente e ele foi super receptivo”, lembra Caldas.

“Fomos até o hotel em que ele estava, e ele tirou foto com o cachecol que demos de presente, autografou camisa, cachecol e desde então a gente diz que fomos abençoados por ”Deus”! O nosso Rei disse que está tudo certo então agora a tendência é só crescer! Inclusive, o Zico postou nas redes socias dele as fotos com gente e isso gerou um movimento de gente vindo pro Snooker Clube impressionante. O alcance do Zico é impressionante mesmo”, disse.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.