Acessar o conteúdo principal
Futebol

Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo são finalistas do prêmio 'The Best' da FIFA

Neymar, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo são os três finalistas do prêmio 'The Best' de melhor jogador do ano, concedido pela FIFA. Foto ilustração do 11/01/16
Neymar, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo são os três finalistas do prêmio 'The Best' de melhor jogador do ano, concedido pela FIFA. Foto ilustração do 11/01/16 FABRICE COFFRINI / AFP

Neymar, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo são os três finalistas do prêmio 'The Best' de melhor jogador do ano, concedido pela FIFA, segundo as indicações anunciadas nesta sexta-feira (22), em Londres.

Publicidade

Neymar, de 25 anos, ganhou em 2017 a Copa do Rei com o Barcelona, antes de sua contratação recorde pelo Paris Saint-Germain, que pagou por ele 222 milhões de euros.

Ronaldo, de 32 anos, é o favorito esmagador para ganhar o prêmio, levando o Real Madrid ao título da Liga e um terceiro sucesso da Liga dos Campeões em quatro anos na temporada passada.

Ele ganhou o prêmio do ano passado depois de vencer a Liga dos Campeões com Madri e o Campeonato da Europa com Portugal.

Ronaldo ganhou anteriormente o Prêmio do Jogador do Ano da FIFA em 2008 e é quatro vezes vencedor do Bola de Ouro.

Messi, 30, marcou 54 gols na temporada passada, enquanto o Barcelona venceu a Copa do Rei e a Supercopa espanhola.

O argentino, que detém o recorde de vencer cinco vezes o Bola de Ouro, fez um excelente começo para a campanha atual, marcando 12 gols em suas primeiras oito aparições em todas as competições.

Ronaldo ganhou o prêmio inaugural do Melhor Jogador Masculino da FIFA no ano passado após uma fusão de seis anos entre a honra da FIFA e o Bola de Ouro.

O vencedor do prêmio de 2017 será anunciado durante uma cerimônia no London Palladium em 23 de outubro.

A votação para o prêmio, igualmente ponderada entre os capitães da seleção nacional, treinadores da seleção nacional, mídia e fãs, fechou no início deste mês.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.