Acessar o conteúdo principal
Futebol

Rebeldia de Neymar fora dos gramados preocupa PSG

Na resenha da imprensa, o destaque é para a volta de Neymar aos gramados na noite desta sexta-feira (22), depois de uma nova polêmica que o comportamento do brasileiro suscitou no PSG.
Na resenha da imprensa, o destaque é para a volta de Neymar aos gramados na noite desta sexta-feira (22), depois de uma nova polêmica que o comportamento do brasileiro suscitou no PSG. Fotomontagem RFI

O atacante Neymar ganha chamada de capa no jornal Le Parisien desta sexta-feira (22). Em destaque, o puxão de orelha que o craque recebeu do técnico do PSG, Tomas Tuchel, por ter viajado a Madri inesperadamente nesta semana para assistir a vitória de Rafael Nadal sobre Karen Kachanov, pela Copa Davis.

Publicidade

"Quando Tuchel controla Neymar" é a manchete da matéria de duas páginas no jornal Le Parisien, que lembra a relação complicada do brasileiro com o clube.

O diário destaca que quando questionado na quinta-feira (21) sobre o que pensava da escapada de Neymar, na terça-feira (19), para assistir a Copa Davis em Madri, o o técnico alemão não escondeu seu descontentamento. "O que eu posso fazer? Não sou o pai dele, nem a polícia. Ele treinou na quarta-feira, mas, como técnico, não gostei nada dessa viagem", respondeu Tuchel.

Para Le Parisien, esse é um sinal de como o comportamento de Neymar fora dos gramados deve ser vigiado nesta temporada. O jornal também avalia que o bate e volta do craque em Madri "não tem nada de escandaloso", já que o brasileiro conseguiu voltar a tempo para o treino de quarta à tarde, em Paris. Mas Tuchel não viu com bons olhos o fato do atacante, que acaba de se recuperar de uma lesão na coxa, contraída em 13 de outubro, ter trocadi o descanso por um passeio, poucos dias antes de sua volta aos gramados.

Reputação de Neymar

Segundo o diário, o clube também está preocupado com a reputação do jogador e tenta evitar um novo escândalo, como o impacto que gerou entre dirigentes e torcedores as imagens de Neymar durante o Carnaval no Brasil, no início deste ano, em plena recuperação da lesão no pé direito. Le Parisien também lembra que a preocupação no PSG não é à toa, já que essa é a terceira lesão grave que o craque enfrenta em 2019. Diante da fragilidade do atleta, o staff médico tomou todas as precauções necessárias para uma restreeia segura do craque, como seis semanas de repouso ao invés de quatro, salienta a matéria.

Na noite desta sexta-feira, Neymar volta aos gramados na partida PSG x Lille, pela Liga 1, embora a imprensa esportiva acredite que o craque deva ser substituído em algum momento do jogo. Há também a previsão de que o Coletivo Ultras Paris, a torcida organizada do PSG, continue marcando sua indiferença em relação ao jogador, depois de tantos altos e baixos do brasileiro no clube. Já outros torcedores afirmam que apoiarão o retorno de Neymar porque, muito além das picuinhas fora dos gramados, os fãs do PSG querem mais é vitória, e, especialmente, a taça da Liga dos Campeões - uma conquista para a qual sabem que o brasileiro é essencial.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.