Acessar o conteúdo principal
Esporte/Judô

Bicampeão olímpico do judô, francês Teddy Rinner perde invencibilidade em Paris

O judoca francês Teddy Riner após sua derrota para o japonês Kokoro Kageura em Paris, neste domingo 9 de fevereiro de 2020.
O judoca francês Teddy Riner após sua derrota para o japonês Kokoro Kageura em Paris, neste domingo 9 de fevereiro de 2020. Lucas Barioulet / AFP

A derrota do bicampeão olímpico Teddy Riner neste domingo (9) no Grand Slam de Paris foi um choque não apenas para os torcedores, mas para todo o universo do judô. Considerado um dos maiores judocas de todos os tempos, ele ficou quase 10 anos sem perder uma luta oficial.

Publicidade

Considerado o grande favorito para vencer na categoria +100kg, Riner foi surpreendido pelo japonês Kokoro Kageura na terceira rodada do torneio.

Bicampeão olímpico (2012 e 2016) e dez vezes campeão mundial, o judoca francês, de 30 anos, vinha de uma invencibilidade desde setembro de 2010 e de uma incrível sequência de 154 vitórias. Sua trajetória já o coloca entre os maiores atletas de todos os tempos com um recorde que dificilmente será alcançado.

No entanto, sua volta ao tatame de Paris, depois de quatro anos de ausência, foi uma imensa decepção para os torcedores que lotaram as arquibancadas da AccorHotes Arena. Depois de vencer as duas lutas iniciais, caiu diante do japonês, atualmente 10° do ranking.

No golden score, o japonês Kageura surpreendeu o gigante francês com um uchi-mata-sukashi e venceu a luta por ippon.

Olimpíadas de Tóquio

A seis meses das Olimpíadas de Tóquio, a derrota mostra que o caminho para o tricampeonato olímpico vai ser complicado. Mas na saída do tatame, Riner relativizou o resultado: “Eu ataquei e sofri um contra-ataque. Acontece. Foi uma pena que aconteceu em Paris, em casa. Mas menos mal que aconteceu agora, já que meu objetivo é as Olimpíadas de Tóquio”.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.