Acessar o conteúdo principal
Segurança/ nuclear

Centrais nucleares da União Europeia serão submetidas a testes

Usina Nuclear francesa de Fessenheim.
Usina Nuclear francesa de Fessenheim. Reuters

As centrais nucleares da União Europeia e países vizinhos serão submetidas a testes de estresse até o final do ano. O objetivo é verificar se as 143 instalações do bloco estão preparadas para resistir a situações de emergência como abalos sísmicos, inundações ou até ataques terroristas.

Publicidade

Estes testes de resistência serão voluntários para os 14 países do bloco com usinas nucleares em seus territórios. Mas todos mostraram interesse em participar dos exercícios. Ucrânia, Suíça e Turquia serão convidados a participarem do programa. As medidas foram anunciadas nesta segunda-feira, em Bruxelas, durante uma reunião extraordinária dos ministros de Energia da UE.

Após qualificar a situação nuclear do Japão de “apocalíptica” e “catastrófica”, o comissário de Energia do bloco, Gunther Oettinger, foi repreendido por vários governos europeus. Em entrevista coletiva, Oettinger tentou defender sua posição, dizendo não se arrepender de nada. Ele reiterou que a situação no Japão “é claramente catastrófica, com quase 10 mil mortos e 13 mil desaparecidos”. Na semana passada, seus comentários ajudaram os mercados financeiros a despencar no continente.

Em resposta à Oettinger, o governo húngaro - que está no comando da presidência rotativa da UE – fez questão de lembrar da importância de se encontrar um equilíbrio entre informação e alarmismo. Já o ministro francês de Energia, Eric Besson, acusou o comissário europeu de assustar as pessoas inutilmente. Para Besson, Oettinger – que é alemão - usa politicamente a crise de Fukushima, para dar apoio à chanceler Angela Merkel. Na semana passada, Merkel fechou sete antigos reatores na Alemanha. A França tem 58 usinas nucleares, que produzem pelo menos 75% da energia do país.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.