Acessar o conteúdo principal
França/Alemanha

França e Alemanha vão anunciar proposta conjunta contra desemprego

Angela Merkel e François Hollande em Bruxelas
Angela Merkel e François Hollande em Bruxelas REUTERS/Francois Lenoir

Pela primeira vez desde a eleição de François Hollande, França e Alemanha vão fazer uma proposta conjunta a uma cúpula europeia. A moção franco-alemã sobre o crescimento e o emprego será revelada nesta tarde, durante uma visita da chanceler Angela Merkel a Paris.

Publicidade

O presidente François Hollande recebe Angela Merkel no Palácio do Eliseu para uma reunião de trabalho. Pela primeira vez, França e Alemanha vão apresentar uma posição cmum na cúpula europeia de 27 e 28 de junho focada no crescimento, na competitividade e na luta contra o desemprego, particularmente dos jovens. Para ressaltar a convergência de opiniões sobre essas questões essenciais, os dois líderes vão revelar hoje a proposta conjunta, antes mesmo de submetê-la aos outros 25 parceiros europeus.

François Hollande já havia dado esta semana as linhas gerais da iniciativa franco-alemã contra o desemprego, que visa liberar créditos para a criação de empresas e propor cursos profissionalizantes aos jovens, e deve ser oficializado na cúpula europeia.

Sobre a competitividade, um relatório encomendado pelos países defende, por exemplo, favorecer a emergência de líderes industriais europeus no mercado global e uma política de energia para o bloco. Hollande e Merkel também devem discutir a concretização do Pacto Europeu de Crescimento, dotado de 120 bilhões de euros e lançado há um ano, assim como o aprofundamento da união economica e monetaria do bloco.

A chanceler alemã também vai visitar, ao lado do presidente francês, a exposição "Alemanha, de 1800 a 1939", em cartaz no museu do Louvre. A mostra suscitou uma grande polêmica na imprensa alemã, que denuncia uma visão reducionista, estabelecendo uma ligação direta com a emergência do nacional-socialismo.

Segundo o jornal conservador Frankfurter Zeitung, o “Louvre escreveu sua própria história da Alemanha e essa história reproduz todos os clichês sombrios e perigosos sobre o país.”

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.