Acessar o conteúdo principal
Espanha/Terrorismo

Membro histórico do ETA é detido em Londres

Captura de vídeo do militante do ETA Antônio Troitiño, condenado a 2 mil anos de prisão por atentados terroristas.
Captura de vídeo do militante do ETA Antônio Troitiño, condenado a 2 mil anos de prisão por atentados terroristas. youtube

O espanhol Antonio Troitiño, membro histórico do grupo separatista basco ETA, foi detido nesta quinta-feira (13) em Londres. Ele estava em regime de liberdade condicional desde outubro, quando foi solto pela justiça do Reino Unido após apresentar um recurso na Corte Europeia de Direitos Humanos de Estrasburgo.

Publicidade

Desde outubro, Troitiño estava sob controle judiciário britânico. Ele foi detido hoje em Londres por uma ordem de prisão da polícia espanhola. Em comunicado, o Ministério do Interior espanhol afirma suspeitar que o ex-miltante "reintegrou o grupo armado basco".

Ex-combatente do chamado comando de Madri, Troitiño foi condenado a mais de 2 mil anos de prisão na Espanha. Ele é considerado o autor de uma série de atentados sangrentos do ETA.

O ex-combatente decidiu recorrer à Corte Europeia dos Direitos Humanos depois que os juízes de Estrasburgo ordenaram a libertação de Ines del Rio, outra militante do ETA, cuja detenção prolongada foi considerada abusiva pela Corte. O caso Del Rio criou jurisprudência, levando outros militantes do ETA a serem libertados.

Preocupado com uma eventual restruturação do grupo separatista, que foi desmantelado na última década, o governo espanhol recorre a brechas na justiça para levar os ex-militantes soltos de volta à prisão.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.