Acessar o conteúdo principal
Itália/Cúpula

Militantes do Femen protestam contra presença de Putin em Milão

Duas militantes do Femen fizeram uma ação contra Vladimir Putin em frente à famosa catedral Duomo, no centro de Milão.
Duas militantes do Femen fizeram uma ação contra Vladimir Putin em frente à famosa catedral Duomo, no centro de Milão. facebook/FEMEN.International.Official

Duas militantes ucranianas do grupo feminista Femen protestaram nesta quinta-feira (16), em Milão, contra a intervenção da Rússia na Ucrânia. O presidente russo, Vladimir Putin, está na cidade italiana para uma reunião de cúpula com líderes de 50 países europeus e asiáticos.

Publicidade

As duas militantes do Femen fizeram uma ação, com os seios à mostra, símbolo do grupo, na frente da famosa catedral Duomo, no centro de Milão. Elas lançaram vinho tinto no corpo pedindo o fim do banho de sangue na Ucrânia.

"Nós achamos que receber um assassino, uma pessoa que está matando uma nação inteira. Apertar sua mão é ignorar a tortura, os assassinatos e a guerra na Ucrânia promovida por Putin", disse Inna Shevchenko, líder do movimento feminista ucraniano, aos jornalistas presentes.

Putin tem encontro, amanhã, com o presidente ucraniano, Petro Porochenko, à margem da 10ª reunião de cúpula da ASEM (Asia-Europe Meeting). O evento dura dois dias e reúne 20 países asiáticos, 29 países europeus e representantes da União Europeia. O objetivo é fortalecer as relações entre Ásia e Europa em questões políticas, econômicas e culturais por meio do diálogo e da cooperação.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.