Acessar o conteúdo principal
Portugal/greve

Greve de 24 horas da TAP afeta voos para o Brasil

Greve de tripulantes da TAP que começou nesta quinta-feira e que deve durar até dia 1°, afeta milhares de passageiros.
Greve de tripulantes da TAP que começou nesta quinta-feira e que deve durar até dia 1°, afeta milhares de passageiros. REUTERS/Hugo Correia

Só na manhã desta quinta-feira (30), 71 voos foram cancelados, segundo a companhia portuguesa, provocando diversos atrasos. Mais de 2 mil passageiros foram afetados – a maior parte embarcaria para cidades europeias. O movimento visa denunciar "a violação dos acordos de empresa” que geram “uma deterioração contínua e sistemática das condições de trabalho."

Publicidade

A adesão à greve no fim do dia ultrapassava os 90%, segundo Nuno Fonseca, dirigente do Sindicato Nacional dos Funcionários da Aviação Civil. Os grevistas reivindicam o respeito ao tempo de descanso entre os voos e exigem folga um a cada sete finais de semana.

No total, a previsão é de que metade dos 320 voos sejam cancelados, mas o serviço mínimo para os destinos internacionais, devem ser assegurados. Até agora, a maioria dos voos diurnos para o Brasil (Recife, Natal,  Belo Horizonte e Fortaleza) foram cancelados, mas os voos para São Paulo e Rio desta noite estão assegurados.

Dos 25 mil passageiros que deveriam embarcar nesta quinta-feira, mais de 15 mil cancelaram suas reservas ou aceitaram anular a viagem, de acordo com um porta-voz da companhia. Uma nova paralisação está prevista para este sábado, e outras duas datas já foram agendadas: 30 de novembro e 2 de dezembro.

Companhia registrou recorde de passageiros em 2013

A TAP é a principal companhia europeia a assegurar os voos para o Brasil, e registrou em 2013 ganhos de € 34 milhões –uma alta de quase 42%, graças principalmente ao número recorde de passageiros. Mas o número de aeronaves é insuficiente para atender a demanda gerada pelo crescimento rápido da companhia. A utilização excessiva dos aviões resultou em vários problemas técnicos e atrasos, além de uma greve dos pilotos em agosto do ano passado.

O governo também anunciou a intenção de relançar a privatização da TAP antes do fim do ano, depois de uma tentativa fracassada em dezembro de 2012. A companhia integra a lista de ativos que as autoridades pretendem vender para equilibrar as contas públicas de Portugal.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.