Acessar o conteúdo principal
Itália/Violência

Tiroteio no tribunal de Milão deixa ao menos 2 mortos

Após tiroteio, polícia cercou o Palácio da Justiça de Milão nesta quinta-feira (9).
Após tiroteio, polícia cercou o Palácio da Justiça de Milão nesta quinta-feira (9). REUTERS/Stefano Rellandini

Pelo menos duas pessoas morreram, entre eles, um juiz, em um tiroteio na manhã desta quinta-feira (9) no Palácio de Justiça de Milão, na Itália. Depois do ataque, o autor dos disparos tentou se esconder no prédio, mas a polícia o prendeu cerca de uma hora e meia depois do incidente.

Publicidade

O autor dos disparos é Claudio Giardiello, acusado de falência fraudulenta. O ataque por volta das 11h locais (6h em Brasília) foi realizado dentro de uma sala onde pessoas testemunhavam contra ele.

De acordo com o advogado Marcello Ilia, que estava no prédio no momento do ataque, vários tiros foram ouvidos. Momentos depois, a polícia entrou no prédio e pediu para que as pessoas se trancassem nas salas. "Eles nos disseram que um homem de terno e gravata circulava armado no tribunal e que ele teria se escondido no sétimo andar", relatou.

A imprensa italiana indica que, além das dos dois mortos, nove pessoas ficaram feridas no ataque.

A polícia cercou o Palácio de Justiça, onde o autor dos tiros estaria escondido. Várias ambulâncias também estão no local.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.