Acessar o conteúdo principal
Infanta Cristina/Espanha

Infanta Cristina, da Espanha, vende mansão para pagar fiança em caso de corrupção

A Infanta Cristina, irmã do rei da Espanha.
A Infanta Cristina, irmã do rei da Espanha. REUTERS/Daniel Aguilar/Files

A infanta Cristina de Bourbon, irmã do rei da Espanha Felipe VI, e o marido venderam uma luxuosa mansão em Barcelona para pagar a fiança do caso de corrupção e fraude envolvendo o casal, anunciou nesta quinta-feira (18) a justiça espanhola.

Publicidade

"Iñaki Urdangarin e a infanta Cristina depositaram na conta do tribunal de instrução número 3 de Palma o montante de € 2,36 milhões após a venda da residência do casal em Barcelona", informou o tribunal regional das Ilhas Balneares. A casa foi vendida por € 6,9 milhões, segundo a imprensa espanhola, que publicou várias fotos da moderna mansão com piscina e quase 2.000 m2 de terreno.

A infanta Cristina de Bourbon, de 49 anos, é acusada de crimes fiscais relacionados aos negócios do marido, ex-medalhista olímpico de handball e empresário. Urdangarin, de 47 anos, é suspeito de ter usado sua posição na família Real para obter contratos de dois governos regionais, nas ilhas Balneares e em Valença, mediante a organização sem fins lucrativos Instituto Noos, presida por ele. O montante envolvido chega a € 6,1 milhões.

O juiz do caso, José Castro, acabou por indiciar a infanta por suspeita de que tenha cooperado "ativamente" com Urdangarin, utilizando uma parte do dinheiro para fins pessoais, por intermédio da empresa fantasma Aizoon.
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.