Acessar o conteúdo principal
Imigração

Crise migratória chega à Macedônia, que decreta estado de emergência

Menina síria dorme ao lado de um grupo de mais de mil migrantes na Macedônia.
Menina síria dorme ao lado de um grupo de mais de mil migrantes na Macedônia. REUTERS/Ognen Teofilovski

A Macedônia declarou nesta quinta-feira (20) "estado de emergência" em suas fronteiras e mobilizou o exército para organizar os controles de entrada, em consequência da chegada de imigrantes a partir da Grécia.

Publicidade

"Com a crescente pressão na fronteira sul, consideramos que é necessário implantar controles mais amplos e mais eficientes na zona de fronteira onde foram detectadas entradas em massa de pessoas procedentes da Grécia", informou o governo em um comunicado.

Nos últimos dias, milhares de migrantes, principalmente sírios, mas também somalis, paquistaneses, afegãos e iraquianos, chegaram no sul da Macedônia, na cidade de Gevgelija, na fronteira com a Grécia. Nesta cidade, esperam embarcar em um trem para viajar para a Sérvia, no norte, antes de entrar nos países da União Europeia.

Trens para transporte

O governo macedônio também decidiu implantar soldados para ajudar as autoridades locais nas áreas mais afetadas pela chegada de migrantes e configurar uma sede para gerir a "crise". Estes soldados, cujo número não foi divulgado, terão como objetivo "reforçar a segurança para a população local e atender aqueles que pretendem solicitar asilo, de acordo com os recursos disponíveis" do país, indica o comunicado.

A Macedônia havia advertido na quarta-feira sobre a "situação alarmante" no país e pediu aos Estados vizinhos para enviar trens para transportar os refugiados para o norte. Desde janeiro, cerca de 160 mil migrantes originários especialmente de zonas de guerra como a Síria, Afeganistão e Iraque chegaram nas ilhas gregas pelo Mar Egeu a partir da costa turca, de acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

(Informações da AFP)

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.