Acessar o conteúdo principal
Vaticano/visita

Hollande busca reconciliação com papa Francisco após tensões

François Hollande esteve com o papa Francisco em janeiro de 2014, no Vaticano, depois da França aprovar o casamento homossexual.
François Hollande esteve com o papa Francisco em janeiro de 2014, no Vaticano, depois da França aprovar o casamento homossexual. AFP PHOTO POOL / GABRIEL BOUYS

O presidente francês, François Hollande, fará nesta quarta-feira (17) uma visita privada ao papa Francisco na residência Santa Marta, no Vaticano. O encontro está marcado para as 12h pelo horário de Brasília. A imprensa francesa se refere à visita como o "encontro da reconciliação", após uma série de desentendimentos entre o governo francês e a Santa Sé.

Publicidade

Gina Marques, correspondente da RFI em Roma

O principal motivo da visita de Hollande ao papa Francisco é a morte do padre Jacques Hamel, no dia 26 de julho. O sacerdote foi degolado por dois jihadistas da organização terrorista Estado Islâmico (EI) quando celebrava uma missa na Normandia. Logo depois do assassinato, Hollande falou por telefone com o papa para "exprimir a dor do povo francês". Francisco apreciou a atitude e referiu-se ao líder socialista como um "irmão".

Em Roma, Hollande visitará também a igreja São Luís dos Franceses , no centro histórico da capital, para prestar uma homenagem a todas as vítimas do terrorismo.

Esta é a segunda vez que Hollande encontra o papa. Em janeiro de 2014, ele foi recebido pelo pontífice meses depois do Parlamento francês aprovar a lei que autoriza o casamento entre homossexuais. Após este encontro, Hollande disse que “Francisco é um papa útil”.

Em janeiro de 2015 , outra polêmica abalou as relações diplomáticas entre os dois Estados. Naquela ocasião, a França nomeou como embaixador na Santa Sé o diplomata Laurent Stefanini, homossexual declarado. O Vaticano rejeitou a indicação. Em maio de 2016, a França nomeou outro embaixador, o atual Philippe Zeller.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.